Início Bahia Após denúncia de fraude no concurso da PM, banca organizadora modifica lista...

Após denúncia de fraude no concurso da PM, banca organizadora modifica lista de aprovados

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Por: Divulgação

Após a publicação do BNews publicou nesta quarta-feira (11), uma reportagem sobre suposta fraude no concurso público para admissão no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CFOPM/CFOBM) realizado no dia 27 de outubro deste ano. A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) a retificação da lista de convocados da segunda fase.

Conforme relatado, três nomes apareciam na lista de aprovados da segunda fase (discursiva) e não constavam na lista divulgada da primeira fase (objetiva). Após repercussão entre leitores do site e interessados no assunto, foram retirados esses nomes também do edital no site do Centro de Processo Seletivo (CPS), banca organizadora do certame. São eles: Eliabe de Almeida Pereira, Tiago de Lima Rolim e Pedro Henrique Pereira.

A reportagem conferiu e registrou o novo fato:

A justifica alegada pelos envolvidos é que houve um “erro material”. O BNews foi buscar o significado juridicamente e se trata de um “equívoco” ou “inexatidão por parte do julgador”.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

No edital do certame, precisamente no item 9.3.3, revela que qualquer pontuação inferior a 120 pontos na prova objetiva, o candidato seria automaticamente excluído, ou seja, não aparecia na primeira lista divulgada dos resultados. Os nomes revelados ontem na reportagem não apareciam nessa divulgação inicial, que seria o suporte para que a banca examinadora fizesse a análise entre os concorrentes da segunda fase e ainda sim eles surgem na lista posterior.

Até o fechamento da primeira matéria sobre o caso o CPS/UNEB não se posicionou, embora tenha feito a retificação no próprio site. O Bnews entrou novamente em contato na manhã desta quinta-feira (12) e aguarda um retorno.

A reportagem também entrou em contato com a Polícia Militar para se pronunciar sobre o fato, mas até o fechamento da matéria não obteve resposta.

Com todas as informações do BNews