Início Mundo Voluntários plantam 11.500 árvores para recuperar a floresta queimada na Argentina

Volunt√°rios plantam 11.500 √°rvores para recuperar a floresta queimada na Argentina

Volunt√°rios do pa√≠s e do mundo plantadas 11.500 √°rvores de esp√©cies nativas para recuperar parte de Cholila floresta na prov√≠ncia de Chubut, Patag√īnia Argentina , atingida pelo fogo em 2015 queimou 40.000 hectares.

Na sua terceira fase o programa de restaura√ß√£o ecol√≥gica ReforestArg volunt√°rios foram instalados durante os quatro dias do √ļltimo fim de semana longo de abril 2019 na floresta de Cholila para realizar o reflorestamento na floresta devastada pelo fogo considerada a pior coisa registrou na hist√≥ria do pa√≠s .

“Tobias Merlo, formado em Ci√™ncias Ambientais, viajou √† Patag√īnia para investigar os principais problemas ambientais. Como resultado disso, a ReforestArg nasceu em 2016 “, disse Sebasti√°n Homps, diretor executivo da Associa√ß√£o de Amigos da Patag√īnia (AAP).

“Reconhecendo a necessidade de uma planta√ß√£o de ativos na √°rea nasce programa de restaura√ß√£o ecol√≥gica , ” disse Homps, que atrav√©s da AAP , juntamente com o Centro de Pesquisas Florestais e Extens√£o Andino Patag√īnico (CIEFAP) , o subsecret√°rio de Floresta da Prov√≠ncia , e os respons√°veis ‚Äč‚Äčpelo programa de restaura√ß√£o da Prov√≠ncia decidiram levar adiante a realiza√ß√£o deste projeto.

Cerca de 85 volunt√°rios de diferentes partes do pa√≠s e da Fran√ßa, Equador, Venezuela e volunt√°rios de diferentes lugares da Patag√īnia, como Bariloche, Rada Tilly, Villa la Angostura e Comodoro Rivadavia, detalharam o Homps.

“N√≥s plantamos Cohiues e Cipreses da serra, e as tr√™s planta√ß√Ķes acrescentam 11.500 mudas”, disse Homps.

Todas as mudas foram doadas por indiv√≠duos, organiza√ß√Ķes sociais e empresas que apoiaram a iniciativa. O desejo de cuidar da natureza est√° em todos.

“Com este programa, queremos dar-lhe a oportunidade de participar, seja plantando com suas pr√≥prias m√£os, fazendo isso remotamente atrav√©s de doa√ß√Ķes on-line ou espalhando nossas a√ß√Ķes nas redes”, disse Homps. Ele acrescentou que o “objetivo √© dar uma m√£o √† M√£e Terra”.

“Consideramos estas a√ß√Ķes com o objetivo de cuidar do meio ambiente, √© importante pensar sobre nossos filhos, no futuro, pensar em uma Argentina que respeite seus espa√ßos naturais, o ambiente intocada, seus ecossistemas, a diversidade dos ecossistemas e buscar o desenvolvimento em equil√≠brio com a natureza “, Homps concluiu.

A partir da p√°gina ReforestArg, eles compartilham uma reflex√£o inspiradora:

“Depois de deixar o ensino, o mal se torna bom. √Č uma quest√£o de mover o foco, de procurar o verde atr√°s do preto. O inc√™ndio de Cholila destruiu 40.000 hectares de floresta. Se nos concentrarmos em outro lado, o fogo Cholila mostrou o lado verde da nossa humanidade. Ele nos uniu em massa, ele nos chamou para dar, e ele nos ensinou que, juntos, somos uma for√ßa transformadora. Coisas simples, aquelas que mudam o mundo: olhem, entendam e se ponham a servi√ßo “.

Fonte: elchubut.com.ar – 09/05/2019
Crédito da foto : Francisco Galeazzi / Footprints