Início E.C. Vitória Vitória joga mal e empata com Operário no Barradão

Vitória joga mal e empata com Operário no Barradão

Vitória joga mal e empata com Operário no Barradão 1

Na tarde deste sábado (24), o Vitória recebeu a equipe do Operário. Com muitas mudanças em relação ao time que esboçou reação no Campeonato Brasileiro da Série B, o Leão empatou a sua segunda partida seguida em casa pelo placar de 0 a 0 e não conseguiu se distanciar da zona do rebaixamento.

Com o resultado, o Vitória somou 19 pontos e caiu para a 15° colocação da série B, enquanto o Operário fez 25 e segue na 10° posição do campeonato.

O Leão volta a campo na próxima terça-feira (27), às 19h15, contra o Coritiba, no Couto Pereira, pela última rodada do primeiro turno.

PRIMEIRO TEMPO

A partida começou com o Vitória buscando chegar ao gol do Operário. A primeira oportunidade aconteceu aos 10 minutos. Jordy invadiu a área e rolou para o meio, a zaga do Operário afastou, em seguida, Wesley cruzou e Jordy finalizou para boa defesa do goleiro adversário.

Aos 12, nova oportunidade rubro-negra. Em cobrança de escanteio, Baraka teve a chance clara de finalização, mas a bola subiu demais e passou longe da meta. No minuto 21, o Operário tentou responder. Após jogada de velocidade pela direita, a bola cruzou a área do Leão sem perigo.

No minuto 23, grande chance para o Vitória. Felipe Gedoz encontrou Capa na esquerda, que cruzou para Chiquinho. O atleta rubro-negro bateu de primeira para mais uma boa defesa do goleiro Rodrigo Viana. Aos 27, Felipe Gedoz quase marca. O camisa 10 rubro-negro cobrou uma falta com muito perigo e o goleiro Rodrigo Viana caiu para defender.

Aos 33, o Leão chegou em mais uma boa jogada. Após grande passe de Chiquinho, Jordy recebeu livre e finalizou para fora. A pressão do Vitória continuava. No minuto 35, em cobrança de escanteio, Ramon cabeceou sem força e a bola ficou nas mãos de Rodrigo Viana. Aos 38, Van cruzou na área e Lucas Cândido subiu para cabecear para fora. Fim de papo na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, a partida ganhou mais equilíbrio. O técnico Carlos Amadeu promoveu a entrada do meio-campista Nickson no intervalo para dar criatividade ao Vitória, mas não foi isso que aconteceu. Durante os primeiros 15 minutos, o Leão não causou perigo ao gol do goleiro Rodrigo Viana.

Diferente das oportunidades criadas na primeira etapa, o Vitória esbarrava na própria falta de criatividade e não conseguia chegar com perigo ao setor defensivo do Operário, que voltou para o segundo tempo com uma postura menos defensiva, mas também não causava perigo.

Aos 35 minutos, o Operário teve a maior chance da partida. Após bola trabalhada pelo lado direito, a bola chegou limpa para o jogador Cleyton, que finalizou de primeira e acertou o travessão do gol defendido por Jordy.

No minuto 38, o Vitória respondeu. Em jogada de velocidade de Jordy, o atacante venceu os zagueiros do Operário e finalizou para fora. No lance seguinte, nova oportunidade. Em passe de Jordy, Anselmo Ramon bateu colocada e o goleiro Rodrigo Viana fez uma grande defesa

No último lance da partida, o Vitória teve a chance de vencer. Em bom passe de Anselmo Ramon, Eron recebeu livre e chutou para fora. Fim de papo no Barradão.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA x OPERÁRIO-PR – SÉRIE B (18ª RODADA)

Data: 24 de Agosto de 2019 (Sábado)
Horário: 11h (Horário de Brasília)
Local: Barradão, em Salvador
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (FIFA-DF)
Cartões Amarelos: Baraka (Vitória); Rodrigo, Allan Vieira (Operário)

VITÓRIA: Martin Rodriguez; Van, Ramon, Everton Sena e Capa (Nickson); Baraka, Lucas Cândido (Eron) e Felipe Gedoz e Chiquinho; Wesley (Anselmo Ramon) e Jordy Caicedo. Técnico: Carlos Amadeu

OPERÁRIO: Rodrigo Viana; Maílton, Edson Borges, Rodrigo e Allan Vieira (Peixoto); Jardel, Índio e Cleyton; Jean Carlo (Marcelo), Lucas Batatinha e Felipe Augusto (Cleo Silva). Técnico: Gerson Gusmão