Início Saúde Vírus Misterioso preocupa autoridades mundiais; Brasil tem caso suspeito

Vírus Misterioso preocupa autoridades mundiais; Brasil tem caso suspeito

Vírus Misterioso preocupa autoridades mundiais; Brasil tem caso suspeito 1

O surgimento de um novo vírus vem preocupando o mundo. O coronavírus se disseminou na , foi parar em vários países do mundo. No Brasil há um caso suspeito. A Secretaria de Saúde de Minas Gerais confirmou, nesta quarta-feira (22), a primeira suspeita no Brasil de infecção pelo novo coronavírus.

Segundo a pasta, uma paciente brasileira de 35 anos, voltou do país asiático para Belo Horizonte no último sábado (18), apresentando sintomas “compatíveis com a doença respiratória viral aguda” e apesar de não apresentar sintomas graves, a paciente foi encaminhada para um hospital da região.

Por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVEP), a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) deu uma alerta às equipes de saúde para a necessidade de intensificar as ações de vigilância dos casos suspeitos da SRAG por conta da proximidade do período de sazonalidade da influenza, em função da grande ocorrência de casos de novo coronavirus na China.

Ainda de acordo com a Sesab, em 2019 na Bahia foram notificados 1.821 casos da Síndrome e 132 evoluíram para óbito. Em 2020, até o dia 14 de janeiro foram notificados 12 casos de SRAG, sendo um deles identificados Adenovirus, grupo de vírus que normalmente causam doenças respiratórias, como um resfriado comum, a conjuntivite.

O vírus misterioso faz parte de um grupo que tem representantes como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS- CoV) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que em 2002 infectou mais de 8000 pessoas e matou 800 em uma epidemia. Em investigações cientificas foi identificado que o SARS-CoV pode ser transmitido de gatos domésticos para humanos e o MERS-CoV de camelo e dromedários para humanos.

A pneumonia é ocasionada pelo novo coronavirus na China. No dia 31 de dezembro passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) notificou casos detectados na cidade chinesa Wuhan.

SINTOMAS

Os sinais mais comuns de infecção são sintomas respiratórios, febre e tosse. Em casos mais graves pode causar pneumonia, Síndrome Respiratória Aguda Grave, insuficiência renal e até a morte. O tratamento para o combate é feito com antiviral.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO

Lavar as mãos antes de consumir qualquer alimento
-Evitar tocar no rosto com a mão suja
-Proteger a tosse e o espirro com lenço descartável
-Utilizar lenços para higiene nasal
-Higienizar mãos após tossir e espirrar
-Não compartilhar objetos de uso pessoal como garrafas, talheres e etc.
-Manter ambientes ventilados
-Evitar contato próximo com pessoas que possui sinais ou sintomas da influenza.
-Evitar sair no período da transição da doença
-Adotar hábitos saudáveis