Início Brasil “Vieram ao mundo juntos, se foram juntos”, diz pai de trigêmeos afogados

“Vieram ao mundo juntos, se foram juntos”, diz pai de trigêmeos afogados

"Vieram ao mundo juntos, se foram juntos", diz pai de trigêmeos afogados 1

Em frente ao Instituto Médico-Legal (IML) de Toledo, o que se viu na manhã desta quinta-feira (05) foi a angústia da família Brum, de Alto Piquiri. O pai, Ariovaldo Brum, veio com a prima e a esposa buscar o corpo da filha, Bianca Brum, de 13 anos. O corpo dela foi liberado por volta das 8h30.

Foram cera de três meses de espera para a família. Bianca e os irmãos trigêmeos, Bruna e Giovani, morreram em um afogamento registrado no dia 30 de novembro de 2019, em Mato Grosso do Sul.

Neste dia, Bianca e os irmãos foram até a Prainha do Sol, no Rio Paraná. Eles estavam acompanhados de um adulto, de 48 anos, e um amigo, de 14. O adulto e os trigêmeos morreram no afogamento. O corpo dos irmãos Giovani e Bruna foram localizados um dia após o ocorrido e já foram velados. “Sepultei dois, o Giovani e a Bruna, que foi encontrada um dia depois, e aguardei até esse momento para colocar ela junto. São trigêmeos. Vieram ao mundo juntos, se foram juntos”, diz o pai.

O corpo de Bianca só foi encontrado sete dias após o ocorrido, no Rio Paraná, próximo à Guaíra. O corpo chegou ao IML de Toledo no dia 06 de dezembro. Foi então que começou a angústia da família à espera da liberação para o sepultamento.

De acordo com informações coletadas pela nossa equipe de reportagem no IML de Toledo, a demora pela liberação do corpo ocorreu em razão da necessidade do exame de DNA. A coleta do material foi feita em Toledo e encaminhada ao Laboratório de Genética Molecular Forense da Polícia Científica em Curitiba. O resultado só chegou nesta semana.

“O que eu estou passando não desejo para nenhum pai e nenhuma mãe. Para ninguém. É uma dor que não tem explicação. Muito difícil”, lamenta o pai. (Por Catve.com)