Início Salvador Vereadora de Salvador diz que tem dívida de R$600 mil por causa...

Vereadora de Salvador diz que tem dívida de R$600 mil por causa de auxílio aos animais

Por Blog de Pablo Reis / Aratu Online

Foto: Reprodução internet

Auditora jurídica do Tribunal de Contas do Estado, a vereadora de Salvador Ana Rita Tavares (PMB) garante que dispensou o salário da Câmara para continuar recebendo apenas os vencimentos do estado. Ela foi mais além: revelou que tem uma dívida de R$600 mil, por causa de empréstimos para custear despesas com tratamentos de animais.

“Eu nunca disse isso em público, mas eu tomei empréstimo na Caixa Econômica Federal. Eu vou me aposentar do Tribunal e ainda vou pagar essa dívida, ao longo de dez anos, deduzida do meu salário”, afirmou a vereadora, antes de dizer que não tem casa própria para morar. Segundo ela, a verba é usada em pagamento de clínicas veterinárias que prestam atendimento aos animais acolhidos. “Quem me julga como desequilibrada são algumas pessoas materialistas”.

Clique e veja o vídeo:

Adepta da defesa dos direitos de cachorros, gatos, cavalos e pássaros, a parlamentar garante que essa dívida está consignada para cobrança ao longo dos anos em que estiver aposentada. A declaração, segundo a vereadora a primeira vez que falou publicamente sobre o assunto, foi dada no programa Reunião de Pauta desta última terça (15/8), transmitido, com exclusividade, pelas redes sociais da Aratu.

Ela defendeu o direito do colega Alexandre Aleluia, que ingressou com ação popular contra a concessão de título de doutor honoris causa ao ex-presidente Lula pela UFRB. “Lamento muito porque um dia eu votei em Lula. Lá no passado, eu votei em Lula, mas depois do que eu vi o que aconteceu no Brasil. Infelizmente, com o PT. O PT não tem mais meu respeito, porque eu faço uma política limpa”.

Por outro lado, a vereadora comentou a rivalidade com os irmãos Marcell (deputado estadual) e Marcelle Moraes (vereadora em Salvador), com quem trava uma disputa não silenciosa sobre a primazia na defesa dos bichos. “São tantos processos. Houve um incidente chato, uma articulação engenhosa. Esse caso (a agressão a um assessor) foi para a delegacia e está na justiça.”

Ela também mencionou uma suposta tentativa de agressão física por Marcell Moraes dentro da sede do Partido Verde, que teria sido apartada pela ex vice prefeita de Salvador, Célia Sacramento. A vereadora chorou no começo do programa, justamente no momento em que foram mostradas imagens de maus tratos e abandono de animais.

Clique e assista ao programa completo: