Início Famosos Velório do apresentador Gugu será aberto ao público

Velório do apresentador Gugu será aberto ao público

Corpo do apresentador, que morreu em acidente doméstico nos EUA, deverá ser velado na Assembleia Legislativa paulista; Bolsonaro, Alcolumbre e Maia lamentam

Velório do apresentador Gugu será aberto ao público 1

O velório do corpo do apresentador Gugu Liberato será aberto ao público, na Assembleia Legislativa de São Paulo, em data ainda a ser definida – isso depende dos trâmites legais para liberação do corpo nos Estados Unidos, onde ele faleceu, mas a previsão é que chegue ao Brasil na quinta-feira 28.

A demora no traslado se deve ao fato de que Gugu expressou o desejo de ser doador de órgãos. O corpo só poderá ser transportado após os procedimentos – que devem beneficiar 50 pessoas, de acordo com informações da equipe médica. O apresentador, que morreu após um acidente doméstico – caiu do telhado da sua residência, em Orlando na quarta-feira 20 -, será enterrado no Cemitério Gethsêmani do Morumbi, zona oeste de São Paulo, onde já está sepultado seu pai.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), decidiu decretar luto oficial de três dias no estado em homenagem a Gugu. O tucano afirmou que a TV brasileira perdeu “um de seus principais comunicadores”. “Muito triste com a morte do Gugu Liberato. O Brasil perde um grande talento, a TV brasileira um de seus principais comunicadores, e eu perco um querido amigo. Meus profundos sentimentos a todos os familiares e amigos do Gugu”, disse.

O presidente Jair Bolsonaro se solidarizou com a família neste sábado, 23, e destacou a carreira do comunicador. “Com profundo pesar presto solidariedade à família do apresentador Gugu Liberato. O país perde um dos maiores nomes da comunicação televisiva, que por décadas levou informação e alegria aos lares brasileiros. Que Deus o receba de braços abertos e conforte os corações de todos”, disse o presidente pelo Twitter.

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), destacou que Gugu esteve presente nos lares de milhares de brasileiros por meio de seus programas e que, por isso, há uma comoção nacional em torno da perda. “Um homem talentoso, gentil e que sempre fez questão de enaltecer a arte brasileira”, afirmou.

“Nas últimas três décadas, Gugu comandou programas de entretenimento de grande sucesso, o que explica o sentimento de tristeza que acomete os lares de todo o Brasil. Amigos, fãs e admiradores unem-se a esse momento de grande dor”, disse Alcolumbre.

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, também reverenciou o apresentador. “Triste a notícia da morte tão precoce do apresentador Gugu Liberato, um profissional que desenvolveu com grande talento a comunicação na televisão e era muito admirado pelas famílias brasileiras”, escreveu Maia. E completou: “Meus sentimentos aos familiares, colegas de profissão e fãs.”

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), disse que Gugu marcou época na televisão brasileira. “Desejo conforto à família, muita força à dona Maria do Céu e aos filhos.”

Morte cerebral
De acordo com nota divulgada na noite de sexta-feira 22 pela assessoria de Gugu, os exames realizados no Orlando Health Medical constataram sangramento intracraniano depois que ele deu entrada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

O comunicador caiu de uma altura de 4 metros e bateu a cabeça. Devido à gravidade de seu quadro de saúde, os médicos optaram por não levar adiante nenhum procedimento cirúrgico. Foi constatada a ausência de atividade cerebral e a morte encefálica foi confirmada pelo neurocirurgião brasileiro Guilherme Lepski, convocado pela família.

(Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)