Início Destaque Veja como está o movimento na BR-324 e ferry para saída de...

Veja como está o movimento na BR-324 e ferry para saída de Salvador; PRF dá dicas de horários mais vazios

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Para quem deseja curtir o São João fora de Salvador, uma dor de cabeça sempre volta todo ano: sair da capital e por onde. O sistema ferry-boat, as rodovias e a rodoviária são opções para quem deseja “pular a fogueira” fora.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Durante sua participação no programa Cidade Aratu, a repórter Moema Bartira, que estava no terminal de São Joaquim, do ferry, registrou momentos de indignação. Registrada pela repórter, uma longa fila de veículos é vista, onde passageiros relatam uma espera de, ao menos, três horas, para quem deseja fazer a travessia.

“É muito triste, porque a gente não pode ser feliz dessa maneira. Toda vez que viajamos é isso e já deveria ter um serviço melhor”, lamentou uma usuária. Para esse São João, o funcionamento do Ferry foi alterado: entre 5h e 11h, as embarcações saem de trinta em trinta minutos.

RODOVIAS
Em vídeo o trecho para quem segue em direção à Feira de Santana, região do Porto Seco, localizado na BR-324, aparece completamente congestionado. O registro foi feito no período da manhã desta quarta-feira (22/6) e mostra diversos carros e caminhões impossibilitados de trafegar na via.

Durante o início da tarde, segundo a Policia Rodoviária Federal (PRF), o trecho segue intenso, porém, sem a paralização registrada pela manhã. O trecho anterior ao pedágio de Simões Filho, já na Região Metropolitana, ainda permanece com uma grande quantia de carros, porém, com maior fluidez.

De acordo com o órgão, o ponto é delicado, por ser uma das principais saídas da capital. O órgão disse que a tendência é que o trânsito volte a ficar congestionado no fim da tarde e início da noite.

Com informações do Aratu On e a TV Aratu