Início Brasil Trump aumenta tarifas sobre produtos derivados de aço e alumínio de alguns...

Trump aumenta tarifas sobre produtos derivados de aço e alumínio de alguns países; Brasil está isento

Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, México e Coreia do Sul estão isentos das tarifas adicionais sobre produtos derivados de aço, e Argentina, Austrália, Canadá e México estão isentos das taxas adicionais sobre produtos derivados de alumínio.

Trump aumenta tarifas sobre produtos derivados de aço e alumínio de alguns países; Brasil está isento 1

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na sexta-feira (24) um aumento das tarifas de importação sobre produtos derivados de aço em 25% e uma elevação de 10% nos impostos sobre produtos derivados de alumínio.

Trump disse que Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, México e Coreia do Sul estão isentos das tarifas adicionais sobre produtos derivados de aço, e Argentina, Austrália, Canadá e México estão isentos das taxas adicionais sobre produtos derivados de alumínio.

Trump impôs tarifas sobre aço e alumínio importados para ajudar a aumentar a produção dos EUA, o que ele diz ser uma questão de segurança nacional.

Desde a imposição de tarifas, disse Trump, as importações de aço e alumínio caíram, mas as importações de produtos derivados, como pregos de aço e cabos de alumínio, aumentaram.

Trump disse que “os produtores estrangeiros desses artigos derivados aumentaram os envios desses artigos para os Estados Unidos, a fim de contornar os impostos sobre artigos de alumínio e artigos de aço”. Ele disse que o aumento das tarifas entrará em vigor em 8 de fevereiro.

No dia 2 de dezembro, Donald Trump acusou, em uma rede social, Brasil e Argentina de desvalorizarem “maciçamente” suas moedas, e afirmou que vai reinstalar as tarifas de importação sobre o aço e o alumínio dos dois países.

“Brasil e Argentina têm presidido uma desvalorização maciça de suas moedas. O que não é bom para nossos agricultores”, escreveu Trump em uma rede social. “Portanto, com efeito imediato, restaurarei as tarifas de todo o aço e o alumínio enviados para os EUA a partir desses países.”

Já no dia 20 do mesmo mês, o presidente Jair Bolsonaro informou que os Estados Unidos haviam desistido de sobretaxar o aço e o alumínio brasileiros.