Início Salvador Transalvador esclarece que fotossensores são desligados às 21h em Salvador

Transalvador esclarece que fotossensores são desligados às 21h em Salvador

A Autarquia informa que existem 181 equipamentos eletrônicos fixos e dois estáticos, totalizando 183 equipamentos espalhados pela cidade

(Foto: Varela Notícias)

Uma dúvida que sempre paira entre os condutores de Salvador é a questão do horário de funcionamento da fiscalização eletrônica. Ou seja, em que horários realmente devem ser respeitados o limite de velocidade e avanço do sinal vermelho.

Em nota, a Transalvador informou que os radares de velocidade distribuídos na cidade funcionam 24 horas. Já os fotossensores, responsáveis pelo registro de avanço de sinal vermelho, têm operação suspensa entre 21h é 5h59.

O rigor na fiscalização, não apenas nas blitz da Lei Seca, mas no uso de 183 radares e fotossensores em toda a cidade têm tornado os motoristas mais prudentes. O ano de 2017 foi de redução nas multas de trânsito em Salvador, segundo dados oficias, foram autuados 857.075 motoristas, número menor que as autuações registradas em 2016, que atingiram 953.195.

A Autarquia informa que existem 181 equipamentos eletrônicos fixos e dois estáticos, totalizando 183 equipamentos espalhados pela cidade. Três avenidas –Luis Viana (Paralela), Luis Eduardo Magalhães e Carybé, têm o limite de velocidade máximo permitido de 80 quilômetros por hora. Nas demais, como a AV. ACM, Orla, Pinto de Aguiar e Mário Leal (Bonocô) é de 70 km/h. Na Avenida Suburbana, a segunda maior em extensão em Salvador, e na Manoel Dias da Silva, esse limite cai para 60 km/h. *por Varela Notícias