Início Bahia Tragédia em Mar Grande completa dois anos com protestos de sobreviventes e...

Tragédia em Mar Grande completa dois anos com protestos de sobreviventes e familiares dos 19 mortos

Tragédia em Mar Grande completa dois anos com protestos de sobreviventes e familiares dos 19 mortos 1
Por: Divulgação/SSP-BA

Familiares de vítimas e sobreviventes do naufrágio da lancha Cavalo Marinho I que deixou 19 mortos e dezenas de feridos, na Baía de Todos-os-Santos, realizam protestos em Mar Grande, que pertence ao município de Vera Cruz, neste sábado (24), dia em que a tragédia completa dois anos.

Mesmo após a tragédia, a empresa CL Transportes Marítimos, responsável pela embarcação, continua operando normalmente. Enquanto isso, sobreviventes e familiares das vítimas fatais ainda aguardam por respostas da Justiça. Apesar de algumas audiências de conciliação terem sido realizadas, até o momento, nenhuma vítima da tragédia recebeu indenização.

Uma missa foi marcada para esta manhã na igreja matriz da paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Vera Cruz. Após a celebração, flores brancas serão jogadas no mar em memórias as 19 pessoas que morreram no naufrágio.

Em setembro do ano passado, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) aceitou denúncia contra o proprietário da empresa CL Transporte Marítimo, Lívio Garcia Galvão Júnior, responsável pela lancha, e o comandante da embarcação, Osvaldo Coelho Barreto. Eles vão responder pelo crime de homicídio culposo (sem intenção de matar) e lesão corporal culposa.

No mesmo período, a Justiça de Itaparica determinou, provisória e preventivamente, o bloqueio de bens móveis, imóveis e direitos creditícios do responsável pela embarcação.

Questionado pela reportagem sobre o andamento do processo, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou que uma audiência foi marcada para o próximo dia 05 de setembro, quando as testemunhas finais de defesa devem ser ouvidas pelo juiz criminal da comarca.