Início E.C. Vitória Torcedores do Vitória acusam prefeitura de perseguição ao clube

Torcedores do Vitória acusam prefeitura de perseguição ao clube

Por Brenda Ferreira | BNews

De um lado, o Esporte Clube Vitória. Do outro, a prefeitura de Salvador. O impasse acontece porque a Prefeitura de Salvador entrou com ação de execução fiscal contra o Vitória por causa de dívidas com o terreno do estádio Manoel Barradas, Barradão. Na ação, a prefeitura cobra o valor de R$ 4.304.542,74 referentes ao Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) dos anos de 2014, 2015 e 2016.

A reportagem do BNews acompanhou o protesto de torcedores do clube de futebol baiano, que aconteceu na tarde desta terça-feira (31), em frente à Câmara de Vereadores de Salvador, na tentativa de chamar atenção da prefeitura para derrubar essa ação, pois, segundo o advogado do Vitória, está “tudo regularizado”.

Siga nosso Instagram: @seligacamacari | Confira as vagas de emprego: VagasEmCamaçari | VagasBahia

Na ocasião, um dos representantes da manifestação, Ernandes Souza afirmou que existe “perseguição contra o Vitória e, por isso, acontece esse tipo de coisa”. Souza também negou que exista qualquer dívida por parte do clube.

Lúcio Bastos, também representante do movimento, disse que é um “absurdo”. “Ele [ACM] está cobrando R$ 4 milhões do IPTU e ao ‘Bahia’ ele não cobra absolutamente nada”, polemizou.
Bastos ainda finalizou: o Vitoria já está em crise. São R$ 4 milhões. O Vitória não tem.

Procurada, a prefeitura de Salvador ainda não havia se manifestado sobre o protesto até o fechamento desta matéria.