Início Dicas Suplementos causam distúrbios em homens.

Suplementos causam distúrbios em homens.

Disturbio-no-copoA ditadura dos padrões estéticos não atinge apenas as mulheres.

Desde os protagonistas de filmes de ação aos modelos da publicidade, a mídia veicula exaustivamente a imagem de homens perfeitos.

Para estarem à altura desta idealização, eles lançam mão dos suplementos alimentares.

Embora vendida legalmente e consumida sem restrições, esta categoria, principalmente os shakes de proteína, representa o distúrbio alimentar masculino.

Esta é a conclusão de pesquisa do psicólogo Richard Achiro, da Alliant International University, em Los Angeles (EUA).

Seu estudo, apresentado na reunião anual da American Psychological Association, levantou informações sobre a dieta e o uso de suplementos alimentares de 195 homens com mais de 18 anos.

Os voluntários haviam consumido produtos do tipo até um mês antes da pesquisa, e malhavam pelo menos duas vezes por semana.

De acordo com questionário respondido pelos participantes, 29% expressaram preocupação com a própria ingestão excessivo de suplementos legais.

Mas, além de não interromperem o consumo, passaram a aumentá-lo.

Ainda, 40% dos participantes indicaram que aumentaram a ingestão de suplementos ao longo do tempo.

E 22% admitiram substituir refeições regulares por esses produtos.

Os números se encaixam nos termos do Eating Disorder Examination-Questionnaire, um instrumento de diagnóstico estabelecido para avaliar transtornos alimentares.

Os transtornos alimentares são síndromes psiquiátricas que apresentam a maior taxa de mortalidade entre todos os problemas do tipo, em torno de 15%.

Dietas muito restritivas, comer compulsivamente e usar métodos inadequados para a perda e a manutenção de peso são alguns dos comportamentos que indicam que há algo errado.

“O fato de estarem preocupados, mas não conseguirem parar ou reduzir a suplementação, indica questões psicológicas mais profundas que os fazem optar pela utilização contínua”, explicou o pesquisador.

Por questões psicológicas entenda-se baixa autoestima e insatisfação com o corpo.

E também conflitos com o papel do gênero, ou seja, a sensação de inadequação com o que se espera social e culturalmente de sua masculinidade.

Como o corpo dos homens está cada vez mais objetificado e submetido aos padrões do que se entende de perfeito, cada vez mais eles vão se deparar com sensações de inadequação e, a partir disso, buscar estratégias excessivas.

Ao invés da conhecida anorexia, que acomete jovens mulheres em sua maioria, estes homens sofrem de vigorexia (obsessão pelo corpo musculoso).

Você pode até considerar que, pelo menos, eles estão tentando ter um corpo mais saudável.

Mas, na hora de determinar o que e quanto uma pessoa vai tomar de suplemento, é fundamental saber se ela está desprovida de algum nutriente, se a atividade que desempenha envolve força, e qual o tempo e a intensidade do exercício.

E isso só pode ser determinado por médicos ou nutricionistas.

Fonte: Site Lucilia Diniz