Início Polícia Soldado do exército que levava filha à creche é morto a tiros...

Soldado do exército que levava filha à creche é morto a tiros em Salvador

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Creditos da foto: Dani Mazzei/TV Aratu

Um soldado do exército, identificado como Diego Mercês, 28 anos, foi morto a tiros, na tarde desta terça-feira (25/5), em Salvador. O crime ocorreu na escadaria da Travessa Siri Siri, na Avenida Bonocô.

De acordo com informações da repórter da TV Aratu, Dani Mazzei, que foi até o local, o rapaz estava indo levar a filha para a creche da avó, e após entregar a criança, foi alvejado com pelo menos cinco tiros. Testemunhas relataram que o atirador fugiu logo após efetuar os disparos, junto com um comparsa que o esperava em uma moto.

Em nota enviada ao Aratu ON, a Polícia Militar confirmou o homicídio e informou que militares da 58º Companhia Independente (CIPM) foram acionados para cobrir a ocorrência. A área foi isolada e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionada, para perícia e remoção do corpo.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

DESABAFO
A esposa da vítima, Jaqueline Mercês, contou à TV Aratu que “não faz a mínima ideia” sobre que motivou o crime. Veja:

“Cuidava muito [da filha]. Depositou todo o sonho dele de ser militar na menina. Tava aqui levando a nossa filha pra banca. Todos os dias é esse mesmo percurso. Entrega a menina à vovó, volta pra casa… Eu não faço a mínima ideia porque fizeram isso com ele. Eu não ‘tô’ entendendo porque fizeram isso com ele”, desabafou, sem segurar as lágrimas.

O crime será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).