Início Bahia Sob aplausos e comoção, PM Wesley Soares é enterrado em Itabuna

Sob aplausos e comoção, PM Wesley Soares é enterrado em Itabuna

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

O corpo do soldado da Polícia Militar Wesley Soares foi enterrado, no final da tarde desta segunda (29), em Itabuna, no sul do estado. O policial militar morreu após ser alvejado por policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), após um “surto psicótico”, no último domingo (28), em Salvador.

O corpo do policial deixou a capital baiana em direção a Itabuna de avião. Na chegada do corpo ao local do velório, ao lado do cemitério Campo Santo, o PM recebeu homenagens de colegas policiais, familiares e amigos.

Um cortejo de viaturas acompanhou o carro funerário. O Comandante do Comando do Policiamento da Região Sul (CPR Sul), que fica em Ilhéus, coronel Vanderval Ramos, compareceu ao velório. Ele cumprimentou os pais do soldado Wesley e lamentou a situação.

– Não há nada que possa confortar um momento de dor dessa natureza. As últimas 24h foram muito difíceis. Acompanhamos todos os fatos e foi um domingo muito difícil para toda Polícia Militar – disse o coronel.

O velório aconteceu em uma cerimônia rápida, por conta das medidas sanitárias do coronavírus. No cemitério, o caixão do PM foi carregado por colegas policiais em direção ao local do sepultamento. Wesley foi enterrado no final da tarde sob muitos aplausos e fogos de artifício.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.
Policial Militar morreu no final da noite de domingo no HGE, após mais de 3h de negociação com colegas policiais

Amigos e colegas lamentam

Nascido em Itabuna, Wesley cresceu no bairro Mangabinhas. Amigos lamentaram a morte do policial.

“Sempre foi uma pessoa do bem. Muito família e muito alegre. Dócil e amigável. Adorava as crianças”, lamentou a amiga Daniela Pereira.

Antes do enterro, policiais militares caminharam pelas ruas de Itabuna. Vestidos de preto e ao som do hino da Polícia Militar da Bahia, o grupo informou que a manifestação buscava chamar atenção para as condições de trabalho das forças de segurança durante a pandemia.

Em Itacaré, onde o PM era lotado, colegas colegas de Wesley se reuniram na sede da CIA independente e fizeram orações.

Com informações do Correio da Bahia