Início Brasil Sites falsos sobre auxílio emergencial são derrubados e fraudadores “vão parar na...

Sites falsos sobre auxílio emergencial são derrubados e fraudadores “vão parar na cadeia”, alerta ministro

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Foto: Ag. Brasil

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, fez um alerta na manhã desta terça-feira (7) aos fraudadores que tentarem adquirir indevidamente o benefício do auxílio emergencial de R$ 600, pago pelo governo a trabalhadores informais impossibilitados de realizar suas atividades durante a pandemia do coronavírus no Brasil.

Ele afirmou que a Abin, Agência Brasileira de Inteligência, está atenta aos possíveis fraudadores e, se preciso, a Polícia Federal entrará em ação.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Vários sites já foram derrubados. Fraudadores, vocês vão parar na cadeia. Nós vamos buscá-los, porque o presidente determinou que esses recursos são para as pessoas, não para fraudadores. Nós vamos derrubar esses sites e vamos atrás de cada pessoa que estão por trás desses sites para lesar quem precisa neste momento no Brasil. O sistema de segurança está reforçado e preparado para capturar tentativa de fraudes nesse programa”, afirmou o ministro.