Início Brasil Senador eleito, Marcos Do Val defende prisão perpétua

Senador eleito, Marcos Do Val defende prisão perpétua

Do Val também defendeu que a corrupção se torne um crime hediondo


Por Gazeta Online

Considerado uma das surpresas das eleições 2018, o senador eleito Marcos Do Val (PPS) afirmou, em entrevista ao Bom dia ES, nesta terça-feira (09), ser a favor da prisão perpétua em casos de crimes hediondos, como o de estupro. Falou ainda que defende que a corrupção se torne um crime hediondo. “Porque muitas pessoas morrem por conta disso. É crime velado, ninguém vê. É uma forma de se tirar vidas muito grande no Brasil”.

Nesta segunda-feira (8), um dia após conquistar a vaga para o Senado, o consultor já tinha dado a sua opinião sobre esse tipo de prisão na Rádio CBN Vitória. “Eu sou a favor da prisão perpétua para crimes hediondos. Pessoas que têm uma disfunção mental, que não têm condições de viver mais em sociedade precisam ser isoladas, porque vão sair e continuar cometendo crimes, crimes hediondos”, declarou na CBN e completou:

Então pessoas que têm problemas referentes a isso, eu já conversei com psicólogos, psiquiatras. Eles falam que são pessoas que já nasceram com um distúrbio, não sabem o que é certo e o que é errado e precisam ser isoladas. Não têm condições de ser ressocializadas. Existe um grupo de presos que se voltar para a sociedade, vai voltar a cometer crime.

ANISTIA A PMs

À TV Gazeta, Do Val comentou que concorda com a ideia do governador eleito Renato Casagrande (PSB) de rever as punições aos policiais militares envolvidos na greve da PM. O consultor de segurança defendeu que policias que tiveram bom comportamento durante toda a sua carreira e foram punidos por conta da greve da PM não devem ser expulsos da corporação. “Sou a favor dessa anistia, que esses policiais voltem para o trabalho. Tem outras formas de punição, menos a expulsão. A expulsão foi uma perseguição”.