In铆cio Mundo Senado da Fl贸rida rejeita proposta de proibir fuzis e vota para armar...

Senado da Fl贸rida rejeita proposta de proibir fuzis e vota para armar professores

Por G1

Retorno 脿s aulas em escola que foi alvo de ataque no 煤ltimo dia 14, na Fl贸rida (Foto: JOE RAEDLE | GETTY IMAGES NORTH AMERICA | AFP)

O Senado da Fl贸rida rejeitou uma proposta para proibir armas de assalto e votou a favor de uma medida para armar certos professores, semanas ap贸s 17 pessoas terem sido mortas no ataque mais mortal em uma escola de Ensino M茅dio na hist贸ria dos Estados Unidos.

Uma emenda que teria proibido as armas de assalto, inclu铆da em um projeto maior, fracassou no s谩bado (3), em uma vota莽茫o amplamente partid谩ria, em resposta ao massacre de 14 estudantes e tr锚s funcion谩rios ocorrido em 14 de fevereiro no Col茅gio Marjory Stoneman Douglas, localizado em Parkland, sub煤rbio de Fort Lauderdale.

O placar foi de 21 votos contra e 17 a favor da proibi莽茫o de armas de assalto, com dois republicanos se juntando aos 15 democratas do Senado em apoio 脿 proposta, noticiou o Miami Herald.

O projeto completo, chamado Ato de Seguran莽a P煤blica Col茅gio Marjory Stoneman Douglas, deve passar pelo Senado estadual na segunda-feira (5) e ent茫o seguir para a C芒mara dos Deputados da Fl贸rida.

Ap贸s o Senado ter rejeitado a proibi莽茫o, Jaclyn Corin, estudante da Stoneman Douglas, disse: 鈥渋sso partiu meu cora莽茫o, mas n贸s n茫o deixaremos isto arruinar nosso movimento. Isto 茅 para as crian莽as鈥.

Al茅m disso, uma emenda para remover a provis茫o para treinar e armar alguns professores falhou.

O projeto aumenta a idade m铆nima para comprar um rifle ou escopeta de 18 para 21 anos e pro铆be o uso, venda ou posse do dispositivo 鈥渂ump stock鈥, que foi utilizado no massacre de 58 pessoas em Las Vegas em 1潞 de outubro. O aparelho transforma armas semiautom谩ticas em autom谩ticas.

O projeto inclui 400 milh玫es de d贸lares em financiamento para escolas lidarem com quest玫es de sa煤de mental, noticiou o Miami Herald.