Início Bahia Rui justifica corte no salário de professores em greve no estado: ‘Se...

Rui justifica corte no salário de professores em greve no estado: ‘Se não é férias’

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

O governador Rui Costa (PT) justificou nesta terça-feira (28) o corte no salário dos professores em greve das universidades estaduais. Para o petista, a discussão sobre o pagamento de salários só deve ser feita quando o movimento paredista tiver sido suspenso. “Se não vira férias”, declarou Rui.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

“Nunca fiz greve recebendo salário. Você encerra o movimento e senta para negociar o pagamento de salários. Se não é férias. Você junta 20 pessoas em assembleia e decide por uma greve de 12 meses recebendo salário”, discursou o governador em entrevista ao Brasil 247.

Rui também defendeu os cortes nos salários de grevistas como única ferramenta possível para o estado. “O governador não é só pressionado pelos professores, como também pela população que quer ver os filhos estudando. A única ferramente que temos é fazer o corte de que não trabalha”, disse.

Por Bahia Notícias