Início Salvador Rodoviários de Salvador prometem greve para esta terça; “vamos buscar o acordo”

Rodoviários de Salvador prometem greve para esta terça; “vamos buscar o acordo”

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Sem entrar em acordo com os empresários do sistema de transporte público de Salvador, o Sindicato dos Rodoviários pretende começar uma greve geral por tempo indeterminado a partir da terça-feira (1/6).

A decisão deve ser anunciada ainda na tarde desta segunda-feira (31/5), depois de uma nova reunião marcada para às 13h30 no o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5).

Em contato com o Aratu On o presidente do sindicato, Fábio Primo, destacou que a categoria ainda vem tentando agilizar as negociações. “Amanhã [terça-feira] os colaboradores já amanhecem em greve caso hoje a gente não chegue em um acordo. A gente está dentro da lei, com todos os trâmites. A assembleia de sexta-feira deixou autorizada essa paralisação. Já emitimos o edital. Os trabalhadores vão buscar de todas as formas o acordo com a justiça do Trabalho e, se a greve acontecer, propositalmente a culpa dos empresários”, assegurou Primo.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Na última audiência de conciliação dos rodoviários de Salvador, realizada na quinta-feira (27/5), a presidente do TRT da Bahia (TRT5-BA), desembargadora Dalila Andrade, apresentou uma proposta de parcelamento de reajuste do 7,59% em três vezes e a manutenção das conquistas anteriores, com o objetivo de solucionar o conflito trabalhista coletivo que envolve a categoria. Foi garantido ainda ticket alimentação para os trabalhadores afastados por Covid-19 e a doação de cesta básica para os trabalhadores que estão afastados durante o período em que ficarem sem receber salário ou benefício do INSS.

A audiência terminou com as partes se comprometendo a analisar as propostas, mas não houve conclusão. Ainda está em discussão a questão envolvendo jornada de trabalho. Já na sexta-feira (28/5), o Sindicato dos Rodoviários da Bahia foi convidado a comparecer na sede da Secretaria de Mobilidade de Salvador (SEMOB) para conversar com o secretário da pasta, Fabrizzio Müller, sobre a suspensão por parte do município da vacinação contra a Covid-19 dos rodoviários e a campanha salarial dos trabalhadores.

Outra questão colocada na mesa é o pagamento das verbas rescisórias dos antigos funcionários da CSN, que foi liberado na sexta-feira (28/5). Com isso, a expectativa dos soteropolitanos é que o acordo seja finalizado ainda nesta segunda.

Com informações do Aratu On