Início Feira de Santana Professores de Feira de Santana entram em greve por tempo indeterminado

Professores de Feira de Santana entram em greve por tempo indeterminado

Os professores e funcionários que trabalham na rede municipal de ensino de Feira de Santana, no interior da Bahia, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (11).

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), a categoria pede um reajuste salarial de 4,7%, uma reformulação do Plano de Carreira Unificado, o aumento da Função Gratificada (FG) dos diretores, que hoje está no valor de R$ 176, e a reabertura das negociações sobre os precatórios do FUNDEF. A campanha salarial foi iniciada em novembro do ano passado.

Além destes pontos, o sindicato ainda pede alteração de carga horária para os professores e o restabelecimento do convênio com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba) para dar continuidade ao Profuncionário, para a formação profissional. Ainda segundo os professores, as estruturas físicas das escolas e a falta de merenda para os alunos também precisam ser revistas.

As aulas foram iniciadas em 11 de fevereiro e a decisão da greve foi tomada após uma assembleia realizada na última quinta (07). Nesta segunda, os professores fizeram um ato em frente à Câmara Municipal de Vereadores.

Em nota, a Secretaria de Educação do município afirmou que irá cumprir o reajuste previsto pelo Ministério da Educação (MEC) para o piso salarial d 2019. O prazo para o reajuste não foi informado.

por Varela Notícias