Início Destaque Presa no Rio, filha de Belo diz que não sabia que trabalhava...

Presa no Rio, filha de Belo diz que não sabia que trabalhava para golpistas

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Foto: Reprodução redes

Presa no início de novembro, a filha do cantor Belo, Isadora Alckimin Vieira, afirmou que não sabia que estava fazendo algo ilícito.

Ela é acusada de participar de um grupo que induzia vítimas a repassarem seus dados bancários e, posteriormente, entregarem seus cartões a motoboys para serem utilizados pela quadrilha.

Isadora e as 11 mulheres foram presas em um apartamento em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, que funcionava como uma espécie de central de telemarketing do grupo.

A função de Isadora, de acordo com a polícia, era coletar dados e fazer anotações sobre várias pessoas.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Ela alegou que nunca tinha entrado em contato com nenhuma vítima para pegar dados e usar informações que já estavam no sistema do computador. Ela admitiu imaginar que algo ilegal seria feito com os dados.

Segundo o jornal Extra, Isadora disse que não sabia o que seria feito com as informações, “mas achava que era uma coisa ilegal, porém achava que essas pessoas seriam ressarcidas por alguma instituição financeira e não tinha certeza se elas perderiam determinado valor”.