Início Destaque Prefeitura e Embasa divergem sobre responsabilidade de buraco na Praça ACM

Prefeitura e Embasa divergem sobre responsabilidade de buraco na Praça ACM


Por Mais Região

A Praça ACM, em Dias d’Ávila, passou a ter novamente um trecho interditado. Após 60 dias da conclusão das obras de implantação da rede de drenagem, um gigantesco buraco se abriu próximo a Delicatessen. A cratera está impossibilitando o tráfego de veículos no trecho, que tem o maior fluxo na cidade.

A responsabilidade sobre o caso tem gerado divergência entre a prefeitura e a Embasa.

A coordenadora de saneamento da secretaria de Obras e Serviços Públicos, Herminia Souza, o buraco pode ter sido aberto em virtude do rompimento de uma tubulação e que a prefeitura preciso alargar a cratera para identificar a motivação da erosão. ‘’Nós abrimos aquela cratera, ele era apenas um buraco e que precisava ser aberto para identificar o que tinha acontecido. Então quando abrimos foi diagnosticado que o primeiro episódio do esgoto que se rompeu e fez com que tubo se movimentasse tirando o vedamento ao redor do tubo’’, afirmou.

Ainda de acordo com o a coordenadora, o problema é proveniente de uma tubulação que foi instalada pela Empresa de Água e Saneamento Básico (Embasa). ‘’No sábado fizemos um paliativo para não descer mais terra e material para o tubo. Então, o que nós fizemos, tivemos que fechar novamente e apurar com responsabilidade. Fizemos uma reunião com a Embasa e a empresa responsável pela obra’’, disse a engen

A reportagem entrou em contato com a Embasa, o responsável Técnico, Antônio Suzart, informou que ainda não há resultados concretos referente as causas do problema. ‘’Não podemos dar essa resposta ainda, porque estamos junto com a prefeitura levantando as causas ainda. A princípio não tem nenhuma tubulação nossa que foi rompida’’, explicou.

Nenhum dos órgãos estabeleceram uma data para o início das obras para sanar o problema.

Assista ao vídeo: