Início Salvador Prefeitura de Salvador decide que vai ter queima de fogos no Réveillon

Prefeitura de Salvador decide que vai ter queima de fogos no Réveillon

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Foto: Divulgação

A prefeitura de Salvador decidiu que vai ter queima de fogos no Réveillon, conforme apurado pelo BNews. No entanto, a administração municipal vai seguir o mesmo molde do ano passado.

Serão aproximadamente 20 pontos espalhados na capital baiana, mas esses locais não serão divulgados para não provocar aglomeração.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Na semana passada, o gestor fez mistério sobre o evento e anunciou que os detalhes serão divulgados no dia 27 de dezembro.

Ele lembrou que 2021, assim como o ano anterior, tem sido bastante difícil e não há motivos para comemorar. No entanto, sinalizou que sua gestão não deixará de fazer algo que possa mostrar para o coração e o imaginário das pessoas que dias melhores estão por vir.

“Para ter uma esperança maior em nosso futuro. Mas não será nenhuma ação que irá ser responsável por qualquer aglomeração que venha ocorrer no final do ano”, reforçou.

Queima de fogos de 2020
Ano passado a Prefeitura de Salvador impôs restrições na Orla devido à alta contaminação da Covid-19 e a população não pôde acompanhar a queima de fogos como em outros anos. O ponto central do show foi a queima de fogos que aconteceu no quebra-mar próximo ao Mercado Modelo, no bairro do Comércio. O local, único revelado pela Prefeitura, um espetáculo planejado para ser acompanhado por grande parte da cidade, devido a sua posição estratégica.

A região em torno do Mercado Modelo, Av. Contorno, Ladeira da Montanha, Praça Municipal, Praça Castro Alves e adjacências foram bloqueadas. Assim como houve ações integradas de diversos órgãos públicos para evitar aglomerações durante a queima de fogos. Além disso, em toda região foi proibido o comércio de ambulantes, o uso de carros de som ou qualquer atividade comercial.