Início Famosos Posts homofóbicos de Bruno Gagliasso vêm à tona após ataque a Júlio...

Posts homofóbicos de Bruno Gagliasso vêm à tona após ataque a Júlio Cocielo


Por BNews

O youtuber Júlio Cocielo está pagando caro por um comentário que fez após um jogo da Copa do Mundo 2018, entre França e Argentina. Ele disse que o jogador Mbappé, negro, faria “uns arrastão top na praia”, o que foi considerado como racista. O youtuber foi atacado por internautas e também por diversos famosos, entre eles o ator Bruno Gagliasso, e a mulher dele, a apresentadora Giovanna Ewbank.

A atriz publicou uma seleção de post de Cocielo em redes sociais, com as palavras racista, machista e misógino, e a seguinte frase: “Odeio ter que postar coisas tão repugnantes e tristes como essa…mas é necessário! Ainda fico chocada como podem existir pensamentos como desse tipo de pessoa…isso NÃO EH UMA BRINCADEIRA E NUNCA FOI!!! Isso é RACISMO!”.

Já Gagliasso fez um repost de uma publicação da jornalista Isabela Reis. “Você tem noção do que são 11 milhões e 200 mil pessoas? Eu ajudo. É a população inteira da Bélgica. É um milhão a mais do que a população de Portugal. São 143 Maracanãs lotados. São todas as pessoas que ainda estão apoiando diretamente um influencer assumidamente racista. Temos que cobrar posicionamento das marcas que o patrocinam, é claro. Mas são os outros famosos que ainda o seguem e, principalmente, as pessoas comuns, anônimas, que verdadeiramente me preocupam. Apoiar uma pessoa racista é ser conivente, sim”, dizia o texto da jornalista.

O casal acabou “queimando a língua” depois da loira ter declarado, em resposta a um comentário no Instagram, que as pessoas não mudam com o tempo.

Giovanna disse que “não importa de quando foram as declarações de alguém. Era racismo antes, hoje e será sempre”, rebatendo o comentário de uma seguidora. Até aí tudo bem. Mas, os internautas acabaram encontrando publicações polêmicas do marido dela.

O ator Gagliasso havia ridicularizado homossexuais no passado, chamando-os de “viados”, com piadinhas homofóbicas. “Papai noel é boiola pq vive com o saco na mão anda com um monte de viado e sempre aparece na noite de dia 24”, disparou ele em um post no passado.

Com a repercussão, Bruno se posicionou no Twitter. “Estou aqui em 2018 respondendo com minhas ações e atitudes por quem já fui também em 2009 e mesmo antes disso. De alguma forma todos estamos. Não é passando o pano no preconceito, mas sim passando tudo a limpo, que o mundo vai se tornar um lugar melhor”.

Após a publicação, o ator foi chamado de hipócrita na rede social. “Você sugere um boicote a si mesmo em relação aos seus patrocinadores? Ou só vale para os outros?”, ironizou um internauta.

“Do mesmo jeito que vc pede punição ao Cocielo pelos tweets antigos, devemos pedir punição a vc…”, escreveu outra internauta. “Esperamos que as marcas que o apoiam tomem alguma ação… Pessoas hipócritas como vc, não merecem ter lugar na mídia”, disse outra em tom agressivo. “Problema eh que vcs podem mudar porém as outras pessoas vcs apontam o dedo! Isso eh feio pq precisamos olhar nosso telhado antes de jogar pedra no dos outros”, comentou outro.