Início Brasil “Por que meu pai quis me matar?”, questiona filho de Eliza Samudio

“Por que meu pai quis me matar?”, questiona filho de Eliza Samudio

Avó da criança conta que tem medo que o goleiro Bruno cumpra pena em regime semiaberto


Por Varela Notícias

Após a notícia que o goleiro Bruno pode passar de regime fechado para regime semiaberto domiciliar a partir deste sábado (13), a mãe da modelo Eliza Samudio, morta em junho de 2010, conta que tem vivido dias de angústia.

Em entrevista para o site Universa, divulgada nesta quinta-feira (11), Dona Sônia de Fátima Marcelo da Silva Moura, de 52 anos, conta que o filho de Bruno e Eliza, Bruninho, de 8 anos, faz questionamentos como: “Por que meu pai quis me matar?”; “Como a minha mãe morreu?”; “Onde ela está enterrada?”; “Como era a voz dela?”; “Como era o cheiro dela?”; Cadê o meu pai?”.

O goleiro Bruno, ex-namorado da modelo, foi condenado a 22 anos e três meses de prisão, por homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação do cadáver, mas pode ter atualização da pena, caso o pedido da defesa seja aceito pela Justiça.

A avó da criança diz que tem medo que o goleiro procure o filho e peça a guarda. “Tenho receio pelas nossas vidas. Minha e do meu neto. É uma mistura de sentimentos. Ele poderá recomeçar a vida dele, minha filha não”, lamentou.