Início Salvador Polícia encontra 2º suspeito de ter cometido assaltos na Federação

Polícia encontra 2º suspeito de ter cometido assaltos na Federação

Por Correio da Bahia

Comparsa de Valdir, Thiago perdeu controle de moto e caiu em frente a praça na Garibaldi (Foto: Betto Jr. | CORREIO)

O segundo suspeito de ter cometido uma série de assaltos na Rua Caetano Moura, na Federação, na noite desta segunda-feira (3), e ser baleado em seguida, foi encontrado pela Polícia Militar internado no Hospital Teresa de Lisieux.

Equipes da 41ª CIPM (Federação) receberam a informação de que um baleado tinha dado entrada na unidade e foram verificar a situação. Valdir Henrique da Silva Sales foi atingido nas nádegas, antebraço direito e tórax e foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Tanto ele quanto Thiago Chabi de Jesus Santana, 19 anos, que caiu da motocicleta na Praça Lord Cochrane, na Garibaldi, após ser baleado na mesma situação, passaram por cirurgia.

Ambos ainda não foram interrogados por agentes da 7ª Delegacia (Rio Vermelho), que investiga o caso.

Assaltantes

A Polícia Militar informou nesta terça, em nota, que foi acionada por volta das 19h30 de segunda com a informação que dois homens em uma moto estavam assaltando transeuntes na Rua Caetano Moura.

“Antes da chegada da polícia, uma pessoa, não identificada, reagiu e atirou contra a dupla criminosa, deixando em seguida o local da ocorrência”, diz a nota.

Mesmo feridos, os bandidos conseguiram fugir. Thiago foi encontrado caído na pista em frente à praça Lord Cochrane e foi ajudado por populares, após pedir ajuda – a motocicleta caiu sobre seu corpo. O Samu foi acionado e levou o rapaz até o HGE. Segundo a Polícia Civil, ele já tinha passagem por crimes contra o patrimônio registrados também na 7ª Delegacia.

Politécnica evacuada

Como havia suspeitas de que Valdir poderia ter se escondido dentro da Escola Politécnica, a unidade foi evacuada. A diretora da Escola, Tatiana Dumet, contou que as aulas foram suspensas, por volta das 19h30, a pedido dos policiais que procuravam pelo suspeito no campus.

“As pessoas foram para casa sem problemas, e hoje (terça) as aulas foram retomadas normalmente e sem incidentes”, afirmou a diretora.

Uma estudante caloura que chegava para o primeiro dia de aula, na segunda, tentava entender o que havia acontecido. “Nossa aula foi cancelada. O coordenador entrou na sala e disse que a polícia pediu para evacuar o campus. Uns professores chegaram a dizer que ouviram tiros”, disse a jovem, que pediu para não ser identificada.

Quem estava no Pavilhão de Aulas da Federação VI (PAF VI) ouviu tudo de dentro do prédio.“Ouvi uns cinco tiros. O pessoal chegou a sair pra ver o que era. Não fui liberado mais cedo, mas no horário normal, às 20h”, contou o auxiliar de serviços gerais José Cleones Souza, 20, que conta já ter presenciado diversos assaltos na Caetano Moura.

“Foram uns dez tiros. A gente saiu porque ficou com medo, pois moramos longe, no Trobogy”, disseram as estudantes do pré-vestibular da Ufba Ana Carolina Silva, 22, e Maiara Ribeiro, 19. “Quando ouvimos a sirene de polícia passar, decidimos sair porque achamos que estava mais seguro”, contou Maiara, lembrando que as viaturas chegaram cerca de 15 minutos depois dos disparos.