Início Feira de Santana Polícia encerra festa com 800 pessoas em Feira de Santana

Polícia encerra festa com 800 pessoas em Feira de Santana

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Foto: Divulgação/ Secom

Equipes da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) da prefeitura de Feira de Santana, em parceria com a Polícia Militar, flagraram, na noite de sexta-feira (14), um bar localizado na Avenida Senhor dos Passos, no shopping Polimoda, desrespeitando as regras do decreto municipal, que prevê o funcionamento desses estabelecimentos somente até as 21h30.

De acordo com a prefeitura, no local, as equipes flagraram mais de 800 pessoas no bar, sem uso de máscara e desrespeitando outras medidas de segurança, como o distanciamento social. A festa foi encerrada e os participantes foram retirados do local.

“A equipe da fiscalização chegou ao local após as 21h30. As pessoas estavam sem máscara, o bar foi fechado, as pessoas saíram, e os fiscais do Procon lavraram um auto de constatação. O proprietário foi notificado e ele tem que apresentar a documentação de regularidade do estabelecimento ou no Procon ou da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Settdec)”, informou o superintendente de trânsito, Cleudson Almeida, em entrevista ao Acorda Cidade.

Segundo ele, participaram da operação prepostos da Guarda Municipal, Superintendência de Trânsito, fiscais do Procon e a Polícia Militar.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Em nota, a defesa do estabelecimento negou que houvesse 800 pessoas no local, uma vez que o bar teria limitado a quantidade de clientes a 250. Infomou ainda que o bar não foi fechado, sendo feita apenas a retirada das pessoas. Disse também que o vídeo gravado por fiscais da prefeitura e compartilhado no meios de comunicação mostrou uma inversão da realidade.

Veja a resposta na íntegra:

‘O advogado do estabelecimento Sky box, Dr Jamil Musse, informa que é inverídica a informação que o estabelecimento tinha 800 pessoas.

Que o estabelecimento diante da grande procura pelo local, se preocupou em colocar uma portaria para limitar a quantidade de 250 pessoas, suportada pelo estabelecimento diante do tamanho de sua área e espaçamento das mesas em conformidade com o decreto, sendo totalmente subjetiva a informação de 800 ocupantes.

Informa ainda que em nenhum momento houve ato formal de fechamento ou interdição do estabelecimento, apenas o pedido de retirada dos clientes no dia 14/05, sexta feira, devido a fiscalização ter constatado a presença de clientes no local após o horário determinado pelo decreto.

O vídeo que foi exposto demonstra uma total inversão da realidade ao retratar o momento em que as pessoas tentam se evadir do local ao mesmo tempo, criando uma aglomeração, devido a chegada da equipe da FPI (Fiscalizacao preventiva integrada).’

Com informações do Acorda Cidade