Início Ilhéus PM é executado com tiro nas costas ao tentar impedir assalto na...

PM é executado com tiro nas costas ao tentar impedir assalto na Bahia; é o quarto caso em menos de um mês

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Mais um soldado da Polícia Militar foi assassinado na Bahia. Adir Fontes que foi baleado no distrito de Castelo Novo, no município de Ilhéus, a 460 km de Salvador. O crime aconteceu por volta das 22h deste último domingo (1/8).

A reportagem do Aratu On conversou com o comandante da 68ª Companhia Independente da PM, major Wesley Ciqueira. Por telefone, ele lamentou a morte do militar e revelou que a cooporação já tem pistas sobre o autor do crime. “Estamos seguindo o trâmite para localizá-lo e prendê-lo, não vamos deixar impune esse crime”, disse.

Segundo o comandante, Adir curtia sua folga quando foi brutalmente alvejado. “Ele aproveitava uma cavalgada na região. Em um determinado momento, um grupo de criminosos realizava um assalto a um estabelecimento, onde Adir estava e ele fez menção de puxa a arma para reagir. Um criminoso estava atrás dele e o alvejou”.

Viaturas da 70ª CIPM e outras unidades se deslocaram até o local e confirmaram a morte. A corporação está em diligência a procura dos suspeitos. Adir Pires Fontes de Oliveira nasceu em Ilhéus e tinha 40 anos.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

O servidor era policial militar desde 2008. Ele também era enfermeiro, professor de educação física e conhecido como DJ, cantor e humorista no município. Em 2020 foi candidato a vereador pelo partido Republicanos.

MORTES
O soldado Adir Pires é o quarto policial militar morto na Bahia em menos de um mês. Também no domingo (1/8), Josivan Rodrigues da Fé foi executado estacionamento de um supermercado, na cidade de Juazeiro.

No início de julho, dois policiais militares, Luciano Libarino Neves, de 34 anos, tenente, e Robson Brito de Matos, de 30 anos, soldado, morreram após troca de tiros com ciganos no município de Vitória da Conquista.

CIGANOS
Na última sexta-feira (30/7), o sétimo cigano suspeito de envolvimento na morte dos dois policiais morreu em confronto com a Polícia Militar na cidade de Anagé, município vizinho. Ele foi identificado como Lindomar da Silva Matos, de 17 anos, segundo informações do Instituto Cigano do Brasil (ICB).

Com informações do Aratu ON