Início Bahia PM de 55 anos é executado a tiros dentro de casa na...

PM de 55 anos é executado a tiros dentro de casa na Bahia; filha e genro são suspeitos

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Um sargento da reserva da Polícia Militar foi morto a tiros dentro da própria casa situada no distrito de Caldas do Jorro, no município de Tucano, a 323 km de Salvador. Pedro Xisto Oliveira de Souza, de 55 anos, foi executado no sábado (8/5).

A ocorrência foi atendida por agentes do 5º Batalhão, acionados pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom). No local, constataram que o sargento havia morrido na hora. A guarnição, então, isolou a área e acionou o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para realização da perícia e remoção do corpo.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Segundo a PM, a própria filha do policial, uma adolescente de 17 anos; o namorado dela, de 20; e um outro homem, não identificado, são suspeitos do homicídio. O genro da vítima, Jabson dos Santos, se arrependeu e confessou à Polícia Civil que a namorada contratou o terceiro suspeito para executar o crime, pela quantia de R$ 600.

A transferência do PIX para o autor dos disparos teria sido realizada pelo próprio Jabson. A adolescente foi apreendida, assim como três aparelhos celulares e um carro, modelo Strada. Jabson foi preso pelo crime. A arma do sargento, que foi roubada, continua desaparecida, assim como o terceiro criminoso, que fugiu com destino ignorado.

Em nota de pesar, o Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL) informou que o sargento foi atualmente reintegrado às atividades, e que ingressou na corporação em 1992. “Enlutada, a PM presta as mais sinceras condolências. Manifestamos o mais profundo sentimento de solidariedade à família, colegas de trabalho e amigos”.