Início Futebol Paulo Morsa é demitido de rádio após ofensas a Abel Ferreira

Paulo Morsa é demitido de rádio após ofensas a Abel Ferreira

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Reprodução / Instagram

O comentarista Paulo Roberto Martins, o ‘Morsa’, foi desligado da Rádio Transamérica após as ofensas que proferiu contra o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira. A informação foi passada ao LANCE! com exclusividade na tarde desta terça-feira (15).

Em programa na última segunda-feira (14), ‘Morsa’ dirigiu ataques como ‘idiota’ e ‘boçal’ ao técnico Abel Ferreira após considerar que o português foi irônico ao comentar um suposto rótulo de retranqueiro por conta da vitória por 1 a 0 sobre o Santos, no último domingo (13), no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

– Eu não estou dizendo que ele é um mau treinador, não falei isso em nenhum momento. Eu estou falando que ele como ser humano é uma desgraça, é um idiota, um boçal, sabe? Não tem educação, ele é arrogante, prepotente, como ser humano. Não estou falando como técnico de futebol, que evidentemente ele sabe fazer, com um time bom ou um time ruim o esquema dele de defesa, de retranca, será sempre o mesmo – afirmou Paulo Morsa durante o programa ‘Papo de Craque’.

– Em função dos fatos ocorridos no programa Papo de Craque 2ª Edição no dia 14 de março, por decisão da Rádio Transamérica o contrato com o jornalista e comentarista Paulo Roberto Martins foi rescindido nesta terça-feira, 15. A emissora reforça que não compartilha das opiniões emitidas pelo comentarista, relacionadas ao técnico português Abel Ferreira, da Sociedade Esportiva Palmeiras – diz novo comunicado divulgado pela rádio.

O L! havia apurado que por ordem da presidente Leila Pereira, o Palmeiras decidiu que não atenderia mais os pedidos da Rádio Transamérica enquanto o jornalista Paulo Roberto Martins, conhecido como ‘Morsa’, continuar a ser funcionário da emissora. Além disso, o clube colocou o seu departamento jurídico à disposição do treinador.

Fonte: esporte.ig.com.br