Início Camaçari Padrasto de Eva Luana é condenado a 35 anos de prisão

Padrasto de Eva Luana é condenado a 35 anos de prisão

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

De acordo com o site do Ministério Público da Bahia, o padrasto da jovem Eva Luana, que comoveu o país após relatar diversos abusos sofridos durante oito anos, foi condenado pela Justiça a 35 anos e 21 dias de reclusão em regime fechado e a um ano e três meses de detenção em regime aberto.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Thiago Oliveira Alves foi denunciado pelo Ministério Público do Estado da Bahia à Justiça e teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano. Ele foi condenado pelos crimes de lesão corporal no âmbito da violência doméstica, tortura e estupro de vulnerável.

A decisão foi publicada hoje, dia 14, pelo juiz Ricardo José Vieira de Santana. O processo continua em segredo de Justiça.