Início Destaque Ônibus é sequestrado e passageiros são roubados em Dias d’Ávila

Ônibus é sequestrado e passageiros são roubados em Dias d’Ávila

Ônibus da Cidade Sol na porta da 25ª DT/Dias d’Ávila. (Foto: Agência Mais Região)

Por Mais Região

Um ônibus da empresa viação Cidade Sol, linha Salvador / Aramari, com pelo menos 70 passageiros foi sequestrado e roubado na BA-093, em Dias d’Ávila, na noite desta quinta-feira (2). A ação ocorreu por volta das 18h40, no Km 26.

De acordo com informações apuradas pelo Mais Região na 25ª delegacia territorial, três homens armados participaram do crime. Eles entraram no veículo num ponto na BR-324, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Simões Filho.

O trio anunciou o assalto próximo ao Entroncamento de Dias d’Ávila. O veículo foi levado para uma estrada vicinal, localizada a poucos metros da divisa com Mata de São João.

No local, que fica próximo a uma Cerâmica, os assaltantes saquearam todos os passageiros. Dinheiro, Relógios, celulares, bolsas, mochilas entre outros pertences foram levados. Após a ação, os criminosos fugiram a pé por uma estrada que dá acesso ao bairro da Varginha.

Siga nosso Instagram: @seligacamacari | Confira as vagas de emprego: VagasEmCamaçari | VagasBahia
Vítimas registraram o caso na 25ª DT/Dias d’Ávila. (Foto: Agência Mais Região)

Todos os passageiros foram levados para registrar a ocorrência na delegacia de Dias d’Ávila. Na unidade, as vítimas identificaram os três homens que participaram do assalto.

Segundo a polícia civil, os acusados são: Alexandro Barbosa dos Santos, Valdo de Assis Santos e José Antônio Conceição de Souza, conhecido como ‘Toinho’, (foto abaixo).

Eles também são acusados de roubar, pela manhã, um ônibus com funcionários da Ford que estavam a caminho do trabalho.

Polícia divulgou a fotos dos três suspeitos do assalto. (Foto: Reprodução)

Ainda segundo a Polícia, os três criminosos tem passagem por roubos a ônibus e veículos na região. Eles foram soltos na semana passada.

Policiais da 36ª CIPM realizaram rondas na região, mas até a edição desta reportagem ninguém foi preso.