Início Alagoinhas Novo decreto municipal permite funcionamento do comércio de Alagoinhas até às 15h

Novo decreto municipal permite funcionamento do comércio de Alagoinhas até às 15h

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

A Prefeitura de Alagoinhas publicou, nesta quinta-feira (17), o Decreto 5.331, que mantém o toque de recolher e determina regras de funcionamento, com horários limitados, para o comércio em geral. As medidas entram em vigor nesta segunda-feira (20) e terão validade até o dia 31 de julho.

Com isso, a partir de segunda-feira, o comércio em geral poderá funcionar apenas de segunda a sábado até às 15h, observando as normas sanitárias estabelecidas no documento.

Pelo decreto, os serviços de delivery de alimentação e gás de cozinha poderão funcionar de segunda a domingo até 23h e os restaurantes, bares e lanchonetes continuarão com os salões fechados, podendo realizar atendimento no sistema “pegue e leve” e drive-thru de segunda a domingo, até as 19h.

As regras não se aplicam aos postos de combustíveis, comércio de peças para veículos, oficinas mecânicas, borracharias, restaurantes e lanchonetes localizados nas margens da BR – 101 e da BR – 110 não se aplicam as regras deste decreto.

A Central de Abastecimento deverá funcionar de segunda a sábado, até as 17h e as feiras livres e os Mercados Públicos dos distritos de Riacho da Guia e Boa União poderão funcionar aos domingos, até as 14h horas.

Fica mantida a obrigatoriedade do uso de máscara pela população para acesso a qualquer estabelecimento comercial e de serviços.

Toque de recolher

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

A restrição de locomoção noturna ocorrerá das 20h às 5h horas do dia seguinte, exceto quando necessária para acesso aos serviços essenciais e sua prestação, ida a serviços de saúde ou farmácia, ou situações em que fique comprovada a urgência, bem como o deslocamento para ida ao trabalho ou retorno ao domicílio.

A restrição não se aplica aos servidores, funcionários e colaboradores, no desempenho de suas funções, que atuam nas unidades públicas ou privadas de saúde.

Estabelecimentos autorizados a funcionar sem restrição de dia e horário:

-Unidades hospitalares, consultórios e clinicas medicas;

-Clínicas e Consultórios odontológicos apenas para atendimentos de urgência e emergência;

-Clinicas e consultórios veterinários;

-Farmácias, inclusive delivery de medicamentos;

–Forças policiais e serviços de segurança patrimonial;

–Funerárias;

–Atividades Industriais;

-Obras públicas e privadas;

–Serviços do SAAE e da COELBA;

Hotéis, motéis e pousadas, que pela natureza dos serviços de hospedagem não podem ter seu funcionamento em horário limitado;

Estabelecimentos autorizados a funcionar de segunda a sábado, até às 19h

Instituições Bancárias e seus Correspondentes, inclusive Lotéricas, financeiras e similares;

Correios e serviços de entrega;

Serviços de Provedores de Internet, não compreendendo os pontos de atendimento presencial;

Casas de produtos veterinários e agropecuários, pet centers e congêneres;

Lojas de produtos naturais e orgânicos, assim considerados os estabelecimentos que comercializem produtos alimentícios especializados, que atendam às necessidades de consumidores com dietas restritivas e/ou diferenciada;

Lojas de materiais de construção;

Comercio de peças para veículos e oficinas mecânicas;

Estabelecimentos que comercializam produtos de utilização hospitalar, inclusive gases;

Cartórios extrajudiciais.

Os Postos de combustíveis, distribuidores de gás, além dos estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios, tais como padarias, mercados, minimercados, supermercados, armazéns, açougues, abatedouros e peixarias estão autorizados a funcionar de segunda a domingo até às 19h.

A Prefeitura ressalta que qualquer descumprimento às regras estabelecidas pelo decreto, bem como outras editadas pelo Poder Executivo e destinadas ao combate a COVID-19, sujeitam seus infratores a multas.