Início Destaque Nordeste quebra seu recorde de times nas oitavas da Copa do Brasil

Nordeste quebra seu recorde de times nas oitavas da Copa do Brasil

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Vitória tem classificação heroica no Beira-Rio e chega pela 17ª vez nas oitavas da Copa do Brasil. Mesmo número do rival Bahia — Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

O Nordeste chega muito forte para as oitavas de final da Copa do Brasil. ABC, Bahia, CRB, Fortaleza, Juazeirense-BA e Vitória são os seis representantes da região entre os 16 melhores na edição de 2021. Um feito jamais obtido pelo futebol nordestino no torneio. O recorde era de cinco representantes nas oitavas, fato que ocorreu em 1992 e 2009. As últimas duas vagas confirmadas foram nesta quinta-feira. O Vitória surpreendeu e eliminou o Internacional no Beira-Rio. O Fortaleza se garantiu ao derrotar o Ceará no clássico cearense. Veja a tabela deste ano!

Bahia, CSA, Fortaleza, Sergipe e Sport foram os representantes do Nordeste nas oitavas de final de 1992, ano em que o Internacional foi o campeão. Em 2009, CSA, Fortaleza, Icasa-CE, Náutico e Vitória se enfiaram entre os 16 melhores da competição vencida pelo Corinthians. O único ano sem representantes do Nordeste nas oitavas da Copa do Brasil foi 1996, quando o Cruzeiro – maior campeão do torneio – conquistou um de seus 6 troféus.

Com essas seis equipes nas oitavas, o futebol do Nordeste agora contabiliza 103 vagas entre os 16 melhores da história de cada edição do torneio que foi criado em 1989. Ou seja, são 103 classificações das 528 possíveis para esta etapa nas 33 edições. Número que representa 19,5% das vagas.

O Sport segue como único detentor de um título entre os clubes da região. O clube pernambucano faturou a taça em 2008, em final emocionante contra o Corinthians. E uma campanha espetacular, que contou com os feitos de passar também por Palmeiras (oitavas) Internacional (quartas) e Vasco (semi).

Romerito (à direita) dividiu protagonismo com Carlinhos Bala no título do Sport em 2008 — Foto: Arquivo GloboEsporte.com

Outro dado interessante é que Bahia e Vitória seguem empatados como clubes do Nordeste com mais aparições nas oitavas de final da Copa do Brasil. Ambos agora têm 17 idas às oitavas. No entanto, o Tricolor Baiano ainda está devendo um resultado efetivamente expressivo no torneio, uma vez que jamais atingiu a fase semifinal. Já o Vitória foi finalista em 2010, quando perdeu para o Santos de Neymar.

Depois de avançar ao despachar o rival com uma vitória por 3 a 0, o Fortaleza também passou o Ceará em presenças nas oitavas de final. Agora está 10 a 9 para o Leão do Pici. Vale lembrar que o Ceará foi à decisão de 1994, quando foi superado pelo Grêmio. Também garantido nas oitavas ao eliminar a Chapecoense, o ABC passou o rival América-RN em passagens para esta fase: 3 a 2.

Veja a lista das 103 classificações do Nordeste para as oitavas de final da Copa do Brasil:

1989 – Bahia, Náutico, Sport e Vitória
1990 – Bahia, Ceará, Náutico e Santa Cruz
1991 – Fluminense de Feira-BA, Santa Cruz, Sport e Vitória
1992 – Bahia, CSA, Fortaleza, Sergipe e Sport
1993 – Ceará, Náutico, Sport e Vitória
1994 – Bahia, Ceará, Santa Cruz e Vitória
1995 – Bahia e Vitória
1996 – —x—
1997 – Ceará, Santa Cruz e Vitória
1998 – Bahia, Sport e Vitória
1999 – Bahia e Vitória
2000 – ABC, América-RN e Bahia
2001 – Bahia, Flamengo-PI, Fortaleza e Vitória
2002 – Bahia, Confiança e CSA
2003 – Bahia, Náutico, Sport e Vitória
2004 – Fortaleza, Santa Cruz e Vitória
2005 – Baraúnas-RN, Ceará, Santa Cruz e Treze-PB
2006 – Fortaleza, Náutico e Vitória
2007 – Bahia, Náutico e Sport
2008 – Corinthians-AL, Náutico e Sport
2009 – CSA, Fortaleza, Icasa, Náutico e Vitória
2010 – Santa Cruz, Sport e Vitória
2011 – Bahia, Ceará, Horizonte-CE e Náutico
2012 – Bahia, Fortaleza e Vitória
2013 – Salgueiro-PE
2014 – ABC, América-RN, Ceará e Santa Rita-AL
2015 – Ceará
2016 – Botafogo-PB e Fortaleza
2017 – Santa Cruz e Sport
2018 – Bahia e Vitória
2019 – Bahia, Fortaleza e Sampaio Corrêa
2020 – Ceará e Fortaleza
2021 – ABC, Bahia, CRB, Fortaleza, Juazeirense-BA e Vitória

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

É interessante notar que essas 103 vagas foram “distribuídas” de forma bem democrática. Afinal, os nove estados que fazem parte do Nordeste brasileiro têm no mínimo um representante na lista. Dois deles estiveram nas oitavas da Copa do Brasil apenas uma vez. O Flamengo-PI representou o Piauí em 2001. O Sampaio Corrêa deu maior visibilidade ao futebol do Maranhão em 2019. Entrou diretamente nas oitavas daquele ano por ter sido campeão da Copa do Nordeste do ano anterior.

Confira o ranking de participações nas oitavas de final de 25 clubes nordestinos:

1) Bahia e Vitória – 17 vezes
3) Fortaleza e Sport – 10
5) Ceará e Náutico – 9
7) Santa Cruz – 8
8) ABC e CSA – 3
10) América-RN – 2
11) Baraúnas-RN, Botafogo-PB, Confiança-SE, Corinthians-AL , CRB, Flamengo-PI , Flu de Feira-BA, Horizonte-CE , Icasa-CE, Juazeirense, Salgueiro-PE, Sampaio Corrêa, Santa Rita-AL, Sergipe e Treze – 1

GRANDES SURPRESAS
A Copa do Brasil é uma competição pródiga em resultados inesperados. Um dos mais famosos do torneio ocorreu em 2005, quando o Vasco de Romário foi eliminado pelo Baraúnas nas oitavas de final, com direito a vitória potiguar por 3 a 0 em São Januário.

Outra zebra marcante envolvendo um clube do Nordeste aconteceu em 2002. Na ocasião, ainda na primeira fase (ou seja, antes das oitavas), o ASA-AL eliminou o Palmeiras. Também antes das oitavas, em jogo único da segunda fase, vale destacar a eliminação nos pênaltis do Atlético-MG para o pouco conhecido Afogados-PE, no ano passado.

A eliminação do mesmo Palmeiras neste ano pode ser considerada como um grande surpresa. É bem verdade que o CRB vem se consolidando no cenário nacional – está na Série B do Brasileiro – mas foi a primeira vez que o clube alagoano chegou às oitavas da Copa do Brasil em sua história. Outra zebraça da edição atual foi a passagem da Juazeirense pelo Cruzeiro, simplesmente o maior campeão do torneio.

Podemos citar também zebras históricas da Copa do Brasil que tiveram o carimbo de clubes de fora do Nordeste. Em 2004, o Flamengo perdeu a grande decisão para o Santo André, que em sua campanha vitoriosa já tinha despachado clubes grandes como Atlético-MG e Palmeiras. No ano seguinte, o Fluminense também não fez valer o seu favoritismo e foi superado pelo Paulista de Jundiaí na finalíssima.

Quatro estados nordestinos estão empatados com o maior número de representantes nas oitavas da Copa do Brasil, com quatro cada, entre os clubes da região: AL (Corinthians, CRB, CSA e Santa Rita) , BA (Bahia, Flu de Feira, Juazeirense e Vitória), CE (Ceará, Fortaleza, Horizonte e Icasa) e PE (Náutico, Salgueiro, Santa Cruz e Sport). CRB e Juazeirense fizeram crescer o número de Alagoas e Bahia, respectivamente.

Clubes diferentes por estado nordestino nas oitavas da Copa do Brasil:

Alagoas, Bahia, Ceará e Pernambuco – 4 cada
Rio Grande do Norte – 3
Paraíba e Sergipe – 2 cada
Maranhão e Piauí – 1 cada