Início Destaque Mulher é violentada em metrô, mas passageiros filmam em vez de chamar...

Mulher é violentada em metrô, mas passageiros filmam em vez de chamar polícia

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Por: Reprodução/NurPhoto/Getty Images

Uma mulher foi estuprada a bordo de um metrô na cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos, mas os passageiros que estavam no veículo utilizaram os celulares para filmar as agressões anteriores ao ato em vez de ligar para as autoridades, conforme divulgou a polícia local. O crime aconteceu na noite do dia 13 de outubro.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Uma funcionária da operadora de transporte público da Transilvânia foi a responsável por acionar a polícia. O homem foi identificado como Fiston Ngoy, de 35 anos. Ele tem acusações de estupro, desvio involuntário de relações sexuais, agressão sexual, além de outros crimes.

De acordo com o The New York Post, o homem disse à polícia que reconheceu a mulher e tentou puxar conversa. Ele insistiu que o encontro com a vítima, que disse aos policiais que estava bêbada e sozinha, havia sido consensual.

Imagens de vigilância de dentro do trem mostram o contrário. Nelas, Ngoy aparece tentando tocar e apalpar a mulher por quase 45 minutos antes do ataque, às 22h.