Início Brasil Motorista que atropelou Kayky Brito diz que recusou R$ 500 mil

Motorista que atropelou Kayky Brito diz que recusou R$ 500 mil

Motorista comenta sobre acidente com Kayky Brito. Crédito: Redes sociais

Diones Coelho da Silva, o motorista que atropelou o ator Kayky Brito, disse que rejeitou propostas que somavam mais de R$ 500 mil em publicidade em sua rede social. Em meio à crescente visibilidade após o acidente, ele afirmou que seu objetivo não é lucrar com a situação. Com informações do Correio da Bahia

“Já rejeitei mais de R$500 mil em propostas de publicidade. Meu foco é falar do amor de Jesus”, destacou.

Após o incidente, Diones enfrentou críticas em relação ao selo de verificação em seu perfil no Instagram. Ele esclareceu que a verificação foi uma estratégia para proteger seus seguidores de perfis falsos que solicitavam dinheiro em seu nome.

“Estavam criando ‘fakes’ e pedindo dinheiro. Fiz isso para que as pessoas identificassem o meu verdadeiro perfil”, explicou.

Após o acidente, o motorista compartilhou em suas redes que estava passando por dificuldades financeiras. Ele lançou uma campanha de doações para consertar seu carro, estabelecendo uma meta de R$ 30 mil e ar mais de R$ 176 mil.

O acidente
Kayky Brito foi atropelado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro Imagens da câmera de segurança do estabelecimento em que o ator estava com amigos, sendo o ator Bruno de Luca um deles, mostram o momento exato do acidente.

No vídeo, é possível ver que o ator corria para atravessar a Avenida Lucio Costa, na Barra da Tijuca. No trajeto, um primeiro carro quase o atropelou, quando o ator seguia para o seu carro, mas conseguiu frear a tempo. O mesmo não aconteceu com o segundo, quando Kayky tentava retornar ao quiosque.

O acidente aconteceu por volta da 1 hora da manhã. O autor do acidente era um motorista de aplicativo que transportava uma mulher e a sua filha de 10 anos.

Após o atropelamento, Kayky recebeu assistência do motorista, sendo socorrido pelo Corpo de Bombeiros e transportado para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon. Após os primeiros atendimentos, o ator seguiu para o Hospital Copa D’Or, onde permanece até o momento.