Início Salvador Morre bebê de grávida baleada pelo próprio marido em Salvador; mulher continua...

Morre bebê de grávida baleada pelo próprio marido em Salvador; mulher continua na UTI

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

O filho de Ivana Oliveira, de 39 anos, não resistiu. A mulher foi baleada na última quarta-feira (2/3) no bairro de Itapuã, em Salvador. Grávida de quatro meses, Ivana teve a morte do bebê confirmada na quinta-feira (3/3). Ela segue internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Roberto Santos em estado grave.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Familiares apontam como autor do crime o companheiro dela, Rafael Lopes Pepe de 34 anos. A família conta que a garçonete estava em casa quando o crime aconteceu. O alvo seria a mãe de Rafael, identificada apenas como Eliane. Ela teria dado um tapa no rosto do filho, que estava em surto psicótico. Revoltado, ele afirmou que irá matá-la.

De acordo com Eliana, Rafael pegou uma arma e foi em sua direção. Nesse momento, a companheira tentou intervir. Logo depois, assustada, a mulher tentou fugir e foi baleada. Ivana já estava do lado de fora da casa, quando o disparo atravessou o portão e atingiu ela.

“Ele pegou um banco de uns 15 quilos pra jogar em mim, mas meu marido conseguiu impedir. Eu, então, desferi um tapa nele e entrei para me esconder no banheiro, aí ele disse que, se em 34 anos eu nunca tinha levantado a mão pra ele, não seria agora, e falou que ia me matar”, contou Eliane.

“O alvo dele era eu, e não ela”, revelou a mãe, que confessou ter entrado com medida cautelar por estar com medo do filho. “E diferente do que foi divulgado em alguns locais, ele não tentou se matar depois de atirar. Só se foi na cadeia, mas não lá. Ele pegou a moto e saiu”.

Com informações do Aratu ON