Início Salvador Menina de oito anos é internada com queimadura grave; mãe é suspeita

Menina de oito anos é internada com queimadura grave; mãe é suspeita

Queimadura foi de terceiro grau; estado da criança é estável


Por Varela Notícias

Uma menina de oito anos foi internada no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, com uma queimadura de terceiro grau em uma das mãos. Segundo informações da polícia, a suspeita é que a garota tenha sido ferida pela mãe, no último dia 2 deste mês. A denúncia do ferimento da menina foi feita ao Conselho Tutelar e a Polícia Civil após a professora da vítima desconfiar do caso.

De acordo com o Conselho, a menina não foi à escola por cinco meses e quando retornou, a professora notou os ferimentos na mão dela. Em conversa com o órgão, a vítima, que mora em Salvador com a mãe e o companheiro dela, contou que ela teria mexido na geladeira de casa e apanhado do padrasto por isso. Logo em seguida, a mãe cozinhou um ovo e, ainda quente, o tirou do fogo e colocou na mão dela.

O estado da criança é estável, no entanto, os médicos ainda não sabem se será necessário fazer um enxerto, que é uma cirurgia que retira o músculo de uma parte do corpo e coloca na outra que está com o ferimento. O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra Crianças e Adolescentes (Dercca) e, do início do ano, até setembro, já foram registradas 665 ocorrências de violência na capital baiana. O número não contempla os casos de abuso sexual.

A mãe e o padrasto da menina não foram presos em flagrante, mas serão ouvidos pela polícia e pelo Conselho Tutelar nos próximos dias. Atualmente, a menina está sendo atendida pela Organização do Auxílio Fraterno (OAF), até que a Justiça determine o futuro dela.