Início Brasil Médico é acusado de deformar rostos de pelo menos 30 pacientes

Médico é acusado de deformar rostos de pelo menos 30 pacientes

Substância aplicada foi o polimetilmetacrilato, o PMMA

Foto: reprodução/Metrópoles

Um médico do Distrito Federal foi acusado de ter deformado o rosto de mais de 30 pacientes, após aplicação de polimetilmetacrilato (PMMA).

Segundo informações do site Metrópoles, Wesley Murakami atendia como especialista em cirurgias estéticas, harmonização facial e bioplastia.

Ainda de acordo com a publicação, mais de 40 ex-pacientes estão reunidos em um grupo do WhatsApp, alegando serem vítimas de procedimentos mal sucedidos.

Procurado pela reportagem do site, o médico disse que só responderia através da advogada.

O Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) também informou que o médico responde a uma sindicância e um processo ético, mas as investigações seguem em sigilo.

Foto: reprodução/Metrópoles