Início Destaque Mastercard suspende campanhas de marketing com Neymar

Mastercard suspende campanhas de marketing com Neymar

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Nike e Redbull, outras patrocinadoras do atleta, também expressam preocupação.

“Neymar é embaixador da Mastercard.| Foto: Divulgação”

A Mastercard suspendeu nesta quinta-feira (06/06) suas campanhas publicitária que tinha Neymar como garoto-propaganda. A peça, preparada para a Copa América, foi cancelada após as acusações de estupro e agressão contra o jogador.

Confira a nota oficial da marca:

“Nós temos uma série de ativações de marketing planejadas para o decorrer do campeonato que são focadas em promover o uso do pagamento por aproximações. Nós tomamos a decisão de parar aquelas ativações que incluem o embaixador da marca até que o assunto seja resolvido”.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

A Nike, que também patrocina Neymar, já havia expressado preocupação com a situação do jogador. “Estamos profundamente preocupados com essas acusações e seguimos acompanhado de perto a situação”, disse a empresa em comunicado.

Outra patrocinadora do camisa 10 da seleção, a Red Bull afirmou que “é de responsabilidade das autoridades públicas determinar os fatos reais por trás desta séria alegação” e disse acompanhar o caso. Em seu site oficial, Neymar possui 11 marcas anunciadas.

A denúncia de estupro partiu da modelo Najila de Souza, que fez uma queixa à polícia acusando o jogador de agredi-la na suíte de um hotel em Paris. Em entrevista ao SBT nesta quarta, ela disse que o atleta a agrediu com tapas e forçou um ato sexual mesmo depois de ela pedir para parar.

Neymar, que joga no Paris Saint-Germain, alega que a relação foi consentida e nega ter cometido estupro. Ele reagiu à acusação expondo detalhes de sua relação com a modelo, inclusive fotos íntimas. Pela divulgação, o jogador é alvo de outra investigação policial.

RC/ots