Início Acidente Maquinista morre após mais de sete horas preso às ferragens de trens...

Maquinista morre após mais de sete horas preso às ferragens de trens que colidiram no Rio

Após mais de sete horas de resgate, morreu o maquinista retirado das ferragens de um dos dois trens que bateram às 6h55 desta quarta-feira (27), em São Cristóvão, Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com o G1, os bombeiros tentaram procedimentos de reanimação por quase 40 minutos, mas o condutor Rodrigo Assunção não resistiu, segundo informações da corporação.

Rodrigo foi retirado por volta das 14h30 em uma maca, desacordado. Ainda na estação de trem, os bombeiros se revezaram por mais de 30 minutos com com massagens cardíacas e o uso de um desfibrilador. Mais de 20 homens participaram da operação.

Ainda conforme o G1, enquanto estava preso nas ferragens, o maquinista foi mantido vivo respirando com auxílio de um balão de oxigênio e com transfusão de sangue e aplicação de soro. A corporação informou que ele estava lúcido e conversou com bombeiros.

Agentes usaram maçaricos e outras ferramentas para tentar liberar espaço retirando peças das ferragens. Além do maquinista, outras oito pessoas ficaram feridas no acidente.