Início Brasil Mais de 50 detentos morrem após rebelião em presídio no Pará

Mais de 50 detentos morrem após rebelião em presídio no Pará

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE
Por: Reprodução / TV Globo

Uma rebelião deixou 52 detentos mortos nesta segunda-feira (29), no Centro de Recuperação Regional de Altamira, no sudoeste do Pará. O movimento começou por volta de 7h e durou cerca de cinco horas.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), do total de mortos, 16 foram decaptados. Dois agentes penitenciários, que chegaram a ficar reféns, foram liberados.

De acordo com informações do G1, uma briga entre organizações criminosas teria provocado a rebelião. Segundo a Susipe, internos do bloco A, onde estão custodiados presos de uma organização criminal, invadiram o anexo onde estão internos de um grupo rival.

Posteriormente, a sala foi trancada e os presos atearam fogo no local. A fumaça invadiu o anexo e pessoas foram mortas por asfixia, de acordo com a Susipe.

O Grupo Tático Operacional da Polícia Militar esteve no local. A Polícia Civil, a Promotoria e o Juizado de Altamira também estiveram na unidade participando das negociações para liberação dos reféns.