Início Bahia Maior meteoro diurno registrado pelas câmeras do Clima ao Vivo

Maior meteoro diurno registrado pelas câmeras do Clima ao Vivo

Grupo no telegram: t.me/seligacamacari | Site de vagas em Camaçari: ACESSE

Câmeras do Clima ao Vivo registraram um meteoro durante a manhã desta segunda-feira (17) na Bahia. Confira abaixo as localizações:

Andaraí/BA – Ibsol Telecom
Ibiquera/BA – Ibsol Telecom
Ibitiara/BA – Ibsol Telecom
Miguel Calmon/BA – Heptanet

Confira o vídeo exclusivo:

Relatos
Moradores de Brotas de Macaúbas relataram terem ouvido um barulho de explosão e alguns viram o momento exato em que o meteoro cruzou o céu. O bólido também foi identificado pelo satélite meteorológico GOES-16. As imagens estão sendo analisadas pela nossa parceira Bramon (Brazilian Meteor Observation Network).

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça. Nosso site não se responsabiliza por qualquer tipo de pagamento efetuado.

Evento raro
Segundo a Bramon, meteoros diurnos são eventos raros, pois para serem visíveis precisam ser muito grandes, caso não sejam, são ofuscados pela luminosidade do dia.

O que é um meteoro?
Confira uma breve explicação do Marcelo Zurita da Bramon: “Asteroides, meteoroides e cometas orbitam o Sol em uma velocidade altíssima, algo entre 40 mil e 266 mil quilômetros por hora. Quando atingem a atmosfera da Terra nessa velocidade, mesmo fragmentos tão pequenos quanto um grão de areia são capazes de aquecer instantaneamente os gases atmosféricos, gerando um fenômeno luminoso chamado de meteoro. Então, o meteoro é apenas o fenômeno luminoso, nada mais. Meteoro não é sólido, não é líquido e nem gasoso, é apenas luz. Popularmente, o meteoro é também chamado de estrela cadente.”

De maneira geral, quanto maior o objeto, mais luminoso será o meteoro. E quando sua luminosidade supera o brilho de Vênus, o meteoro é comumente chamado de ‘fireball’ ou bola de fogo. Algumas vezes, dependendo também da velocidade e do ângulo de entrada, o meteoroide ou asteroide é grande o suficiente para atingir as camadas mais densas da atmosfera. Nesses casos, além de formar uma bola de fogo mais espetacular, o meteoro geralmente termina com um evento explosivo. Esse tipo de meteoro também é chamado de bólido, e popularmente, também é associado ao “sinal dos tempos”, “Jesus voltando” e outras profecias apocalípticas.