Início Saúde Mães que amamentam devem evitar a maconha, afirmam pediatras

Mães que amamentam devem evitar a maconha, afirmam pediatras

Recomendação vem de pesquisa realizada por professora e Academia Americana de Pediatria


Por iBahia

Segundo pesquisa realizada pela Academia Americana de Pediatria (AAP), mães que fazem uso da maconha enquanto amamentam apresentam traços da droga no leite e, por isso, é recomendável parar o uso.

– O fato da maconha ser legal em muitos estados pode dar a impressão de que a droga é inofensiva durante a gravidez, especialmente diante de histórias circulando nas mídias sociais sobre seu uso para a náusea dos enjoos matinais – diz Sheryl A. Ryan, presidentes do Comitê para Uso e Prevenção de Drogas da AAP.

O estudo, entretanto, não dá evidências de como ou se as crianças são afetadas. Além disso, a quantidade presente no leite pode variar de pessoa para pessoa.

Para a professora de pediatria da Universidade da Califórnia em San Diego e autora do estudo, Christina D. Chambers, há um outro risco na divulgação da pesquisa. “Isso cria um dilema para os pediatras que querem que suas pacientes amamentem, mas se preocupam que algumas mães, se aconselhadas a não fumar maconha, acabem não amamentando”, aponta.