Início Bahia Mãe e filhas morrem em três segundas-feiras seguidas no Recôncavo da Bahia

Mãe e filhas morrem em três segundas-feiras seguidas no Recôncavo da Bahia

Suspeita da polícia é que as três tenham sido envenenadas

(Foto: reprodução/TV Bahia)

Por Varela Notícias

Uma mulher e as duas filhas dela morreram nas últimas três segundas-feiras, no povoado de Nagé, em Maragogipe, no Recôncavo da Bahia. O fato está intrigando os moradores da cidade e a suspeita inicial da polícia é que as três tenham sido envenenadas.

Em entrevista à TV Bahia, o médico que atendeu a primeira vítima, Greicy Kelly Santos da Conceição, 5 anos, no dia 30 de julho, contou que a menina estava salivando e foi diagnosticada com hiperglicemia, excesso de açúcar no sangue. A criança foi levada para um hospital na cidade de São Félix.

Na outra segunda (06), a irmã dela, Ruth Santos da Conceição, de 2 anos, passou mal e foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maragojipe, mas morreu no mesmo dia. Uma semana depois, também em uma segunda (13), a mãe das meninas, Adriane Ribeiro Santos, de 23 anos, foi socorrida às pressas para a mesma UPA, expelindo secreção pela boca, e também morreu. Adriane e Ruth foram atendidas pelo mesmo médico, Sávilo Santana, que afirmou que as duas vítimas apresentaram sintomas similares quando deram entrada na UPA.

Na casa da família, a polícia encontrou uma medicação utilizada para tratar diabetes, com parte da cartela usada. Em conversa com a TV Bahia, os familiares das vítimas explicaram que nem a mãe e nem as crianças tinham a doença. Os corpos das três foram periciados e a polícia aguarda o resultado para identificar as causas das mortes.