Início Destaque Levantaram a tampa do bueiro e encontraram dois rostos. Estão ali há...

Levantaram a tampa do bueiro e encontraram dois rostos. Estão ali há 22 anos e sentem que é sua casa


Por Upsocl

Ter uma casa própria é um dos primeiros sonhos que temos em nossas vidas, principalmente quando estamos começando a planejar nossa vida fora da casa dos pais. Entretanto, nem todas as pessoas no mundo têm condições de um dia conquistar uma casa somente sua, já que o poder aquisitivo fala muito alto nessas horas e como sabemos algumas pessoas simplesmente vivem abaixo da linha da pobreza em todo o mundo.

Apesar disso tudo, a genialidade das pessoas e a resiliência podem ser chaves para buscar uma alternativa. Foi assim para Miguel Restrepo e María Garcia, que foram encontrados em um esgoto abandonado há 22 anos, na Colômbia.

A maioria de nós imaginaria que viver em um espaço de 6m² com apenas 1m de altura seria o maior pesadelo que poderia acontecer a alguém. Mas o casal se sentia totalmente à vontade e em casa no local, ainda que fosse um esgoto abandonado.

O local era bastante pequeno, mas mesmo assim o casal conseguiu construir uma cama, cozinha e instalar até mesmo uma televisão. Junto a eles, foi encontrado também um mascote: um cãozinho chamado Backie.

Para cobrir suas necessidades fisiológicas, o casal coletava água da chuva, já que não tinham um banheiro. Do lado de fora de sua habitação, eles possuem uma zona verde, onde podem cultivar diversos produtos. Também montaram uma árvore de natal durante as festividades do mês de dezembro, e demonstraram que realmente são uma família como qualquer outra.

A situação de Miguel e Maria nos faz questionar onde estão os órgãos governamentais da Colômbia, para permitir que um casal que beira os 60 anos de idade viva literalmente em um esgoto. Esperamos que a vida desse casal possa ser prazerosa, seja compartilhando seus momentos em um espaço pequeno ou recebendo ajuda e ganhando um lar mais confortável.