Início Esportes Léo Gamalho desencanta e Bahia vence a Catuense por 2 a 0...

Léo Gamalho desencanta e Bahia vence a Catuense por 2 a 0 na Fonte Nova

O Bahia venceu a Catuense por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (25) na Arena Fonte Nova pelo Campeonato Baiano.  O Bahia vai a seis pontos e assume provisoriamente a segunda colocação do Grupo 1. Já a Catuense tem 4 pontos e é o quarto no Grupo 2. o Bahia volta a campo no domingo para o clássico contra o Vitória, no Barradão. A Catuense encara a Juazeirense no Joia da Princesa, em Feira de Santana, no sábado.

Léo Gamalho marcou o primeiro gol pelo Bahia (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação)

O Bahia levou sustos no início, mas cresceu na partida e acabou perdendo uma série de chances. Mesmo assim, venceu confortavelmente, com gols de Léo Gamalho, que desencantou e marcou seu primeiro com a camisa tricolor, e de Kieza. O trio de ataque tricolor, composto ainda por Maxi Biancucchi, se movimentou bastante e teve muitas chances.

Aos 4 minutos, a primeira chance foi da Catuense. Robert recebeu com liberdade na frente, entrou na área e fuzilou, mandando para fora, enquanto a defesa do Bahia demorava a reagir. Aos 8 minutos, foi Rafael Santos quem avançou e chutou da entrada da área para defesa tranquila de Jean. A primeira boa chance do Bahia foi aos 15 minutos. Depois de boa jogada pela direita, a bola foi cruzada e Léo Gamalho subiu para cabecear, mandando por cima do gol.

Pouco depois, Tony fez nova boa jogada pela direita e mandou para a área. Léo Gamalho tocou de calcanhar para deixar para Maxi, que foi travado pela defesa na hora de chutar. No minuto seguinte, quem perdeu foi Kieza, que recebeu excelente passe na grande área mas acabou chutando por cima do gol de Enéas.

Trio de ataque teve bastante chance na frente do gol (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação)

Lances perdidos e gols
Mas o gol saiu. Aos 24 minutos, a defesa da Catuense errou na saída, Kieza pressionou e ficou com a bola, foi à linha de fundo e tocou na medida para Léo Gamalho, sozinho, dominar e mandar para as redes. Foi o primeiro gol do atacante pelo Bahia.

Maxi teve chance de ampliar cinco minutos depois. Ele recebeu lançamento, invadiu a área mas na hora de chutar mandou por cima do gol. Aos 33, novo erro da defesa da Catuense, a bola ficou com Léo Gamalho, que invadiu a área e chutou forte, mandando para fora. Logo depois Kieza deu passe que deixou Souza em boa condição para chutar ao gol. O volante acabou desperdiçando a chance. Outras situações como essa foram se repetindo – a bola tirou tinta da trave aos 36, depois de chute de Kieza.

Mas o segundo o gol veio ainda no primeiro tempo. Aos 40 minutos, Léo Gamalho devolveu a gentileza e se aproveitou de um erro da zaga da Catuense para tocar para Kieza, que mandou forte para as redes. O atacante comemorou com o punho para o alto, em gesto para homenagear o lateral Railan, que ficará seis meses afastado dos gramados por conta de uma lesão.

Tricolor agora se prepara para o BaVi; Catuense pega a Jacuipense
(Foto: Felipe Oliveira/Divulgação)

Na segunda etapa, mais lances perdidos. Maxi teve a chance de marcar o terceiro logo no começo, mas tentou encobrir o goleiro, que conseguiu fazer a defesa. Léo Gamalho também teve novas oportunidades. Aos 11 miutos, o jogador ganhou a bola na entrada da área, fintou o zagueiro e chutou no canto, mandando para fora. Aos 21, Kieza tirou da marcação e passou para Léo Gamalho, que mandou de primeira e viu a bola sair de novo.

Sérgio Soares ainda colocou Rômulo e Bruno Paulista, que começaram no banco, mas o jogo já estava mais tranquilo. Aos 44, a Catuense teve nova chance quando Jaílson mandou de cabeça para o gol depois de cobrança de falta de Alessandro Azevedo, mas o lance já estava parado por impedimento.

Bahia x Catuense
Estádio Arena Fonte Nova
Bahia: Jean; Tony, Thales, Titi, Carlos (Raul); Pittoni, Souza (Rômulo), Tiago Real; Maxi Biancucchi (Bruno Paulista), Kieza, Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Soares.
Catuense: Enéias; Ronis (Mailson), Jaílson, Bira, Demerson; Pablo, Tácio (Nem), Mica, Alessandro Azevedo; Robert, Rafael Santos (Charles). Técnico: Ionay da Luz

Correio da Bahia