Início Acidente Laudo aponta que Boechat morreu antes da explosão do helicóptero

Laudo aponta que Boechat morreu antes da explosão do helicóptero

Laudo aponta que Boechat morreu antes da explosão do helicóptero 1

Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) mostrou que o jornalista Ricardo Boechat morreu no momento da queda do helicóptero, por conta de um politraumatismo craniano.

A informações foi divulgada na sexta-feira (15) pela GloboNews. Conforme o documento, o âncora da Band TV já havia morrido antes mesmo de ter contato com o gás carbono expelido após a explosão da aeronave.

Laudo aponta que Boechat morreu antes da explosão do helicóptero 2

A autópsia realizada no corpo do jornalista encontrou uma concentração de menos de 10% de carboxihemoglobina (indício de intoxicação por monóxido de carbono) no sangue. O documento também apontou que não havia fuligem (estado de queima de combustível) na traqueia e nos pulmões.

Boechat morreu aos 66 anos, na última segunda-feira (11), após o helicóptero em que ele estava cair na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, e bater em um caminhão. O acidente também matou o piloto da aeronave, Ronaldo Quattrucci. O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves.

Por Varela Notícias