Início Camaçari Kimberly-Clark cria programa para aumentar o número de mulheres em cargos de...

Kimberly-Clark cria programa para aumentar o número de mulheres em cargos de liderança em áreas operacionais e de distribuição

A Kimberly-Clark, multinacional norte-americana de produtos de cuidados pessoais e bem-estar, estabeleceu, enquanto objetivo global, conquistar a paridade de gênero entre seus talentos até 2031. No Brasil, a companhia investiu na contratação e promoção de mulheres em suas equipes operacionais e de distribuição, alcançando 20% de líderes desse gênero nessas áreas até o final de 2022. O plano é chegar em 50% de profissionais do sexo feminino nas fábricas e centros de distribuição até 2031.

Como parte dessa jornada, a Kimberly-Clark identificou uma oportunidade de aumentar o número de líderes mulheres nas plantas de Mogi das Cruzes, Suzano e Camaçari. A companhia desenvolveu um projeto para otimização de seu processo operacional, o que possibilitou atualização do escopo de trabalho e criação de novas posições. A ação reforçou seu propósito de cuidado e o compromisso com o desenvolvimento profissional de seus colaboradores, sobretudo as mulheres, já que, com as movimentações, as lideranças podem gerir suas equipes de forma mais consistente e próxima, uma decisão que está garantindo mais eficiência.

Atualmente, na fábrica de Camaçari, onde o projeto nasceu, 45% das posições de liderança são femininas, além disso 62% dos novos cargos de gestão foram ocupados por mulheres. Somente na área de distribuição, especificamente, 67% das novas posições de liderança são ocupadas por mulheres. A unidade também conta com uma representatividade feminina elevada na operação de máquinas nas linhas de paletização (70%), absorventes (48%) e fraldas pants (44%).

“Sem dúvida a nossa jornada de Inclusão e Diversidade, em especial quando falamos em equidade de gênero, é muito forte. Por isso, novos projetos, como esse, que impactaria em um novo desenho de estrutura, acabou gerando uma oportunidade de acelerarmos nossa agenda de equidade de gênero. Construir uma companhia mais diversa é uma prioridade para nós aqui na Kimberly-Clark e esse pensamento permeia todas as nossas ações”, comenta Felipe Balbino, diretor de Recursos Humanos da Kimberly-Clark no Brasil.

Para viabilizar o sucesso e oferecer segurança para novos líderes, a Kimberly-Clark garantiu treinamentos para que os colaboradores promovidos estivessem preparados para esse novo papel. O programa focado em primeiras lideranças auxilia essas profissionais a ganharem confiança e a se desenvolverem nessas posições, oferecendo capacitações que visam ampliar o conhecimento e a aguçar vigilância a respeito de questões táticas e de segurança, priorizando menos horas extras e maior cuidado com os colaboradores. A Kimberly-Clark conta, ainda, com programas de mentoria, possibilitando que as novas líderes tirem suas dúvidas e discutam as dificuldades que naturalmente surgem no processo de imersão e adaptação.

A colaboradora Elaine Silva, que está na Kimberly-Clark há 10 anos, já foi promovida cinco vezes. Hoje ela é supervisora de manutenção na unidade de Camaçari e lidera uma equipe de 17 pessoas. Elaine participou do programa de formação, e ainda conseguiu a bolsa de engenharia oferecida pela companhia.

“A busca constante pelo conhecimento nas áreas de atuação é muito importante para alcançar posições de liderança. Estar em uma empresa, como a Kimberly-Clark, que investe em nosso desenvolvimento, foi fundamental para o meu crescimento. Foi muito gratificante entender como alguns processos, com o olhar mais voltado a gestão de pessoas, funcionam na íntegra. Acredito que estar aberta a mudanças, buscar conhecimento, encarar novos desafios, e ter um bom relacionamento são ações que podem contribuir bastante para o crescimento profissional e pessoal”, comenta a supervisora.

Equidade de gênero na Kimberly-Clark

A Kimberly-Clark investe em conscientização e treinamentos voltados à equidade de gênero, além de adotar políticas concretas de contratação, que aumentam a representatividade feminina no quadro de colaboradores, e de promoção, com critérios que protejam a proporção de candidatos. Um exemplo é o programa global “Ela pode”, que tem como objetivo fomentar, promover e acompanhar o desenvolvimento profissional e o networking das mulheres na América Latina. Mais de 350 mulheres participam do programa, que inclui mentoria, autoavaliações, discussões em grupo e workshops. 

Para fortalecer e desenvolver cada um dos pilares de diversidade e inclusão, a companhia busca parceiros que contribuem para evolução e ampliação dos temas internamente. No caso de gênero, desde 2012, é parceira da ONU Mulheres, e em 2016 se juntou à plataforma Movimento Mulher 360.

Como resultado de todo esse trabalho, em 2022, 66% das contratações e 58% das promoções para cargos de liderança foram de mulheres. No quadro geral da companhia, 42,5% das posições de liderança são ocupadas por elas. A Kimberly-Clark também leva em consideração o aumento de contratadas para os cargos de entrada na companhia: mais de 80% das contratações dos estagiários de graduação selecionados no último programa são mulheres.